Como se poupar nos treinos na estação mais quente do ano?

Com a chegada do verão, se exercitar ao ar livre pode exigir cuidados especiais. Sol intenso e temperatura elevada geram um estresse a mais para o corpo. Além dos cuidados com a proteção solar, outros fatores podem influenciar no seu rendimento. Até mesmo quem treina em ambiente fechado, como academia, deve manter hidratação e alimentação adequados.

Essa estação está presente em várias cidades brasileiras, como o Espírito Santo, por exemplo. Quem treina nessas condições sofre mais, mas a boa notícia é que você pode lidar melhor com esse contratempo ajustando seu treino. Por exemplo, toda a energia gasta na sua corrida em dias mais quentes e úmidos, aproximadamente 70% é destinada a manter a temperatura interna do seu corpo; ou seja, você literalmente gasta energia para não ferver.

É comum sentir um pouco de dificuldade nesse princípio, mas se fizer certinho, em uma ou duas semanas você já consegue estar bem mais adaptado. Quatro boas estratégias são:

  1. Levar garrafinha d’água na mão para poder beber na hora que quiser (uma garrafa de 250 ml já é o suficiente para treinos mais curtos);
  2. Colocar um pouco de caminhada nos seus treinos mais longos; por exemplo, se vai correr 1h15min, alterne 14 minutos de corrida com 1 minuto de caminhada;
  3. Antecipar em alguns minutos a reposição energética;
  4. Aumentar os intervalos dos treinos de velocidade (os “tiros”).

Ser mais conservador nessa transição para o calor não vai fazer com que você perca condicionamento. Pelo contrário, ajudará o seu corpo na adaptação às mudanças de temperatura de uma forma mais saudável e menos desgastante. Aos poucos, o seu ritmo confortável vai ficando mais eficiente e você vai calibrando os seus treinos mais intensos.

Siga nossas dicas e Siga NO PIQUE!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *