• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Azarão, Seppi surpreende e elimina Federer do Aberto da Austrália

Esportes

Azarão, Seppi surpreende e elimina Federer do Aberto da Austrália

Melbourne - No resultado mais surpreendente desta edição do Aberto da Austrália até agora, o italiano Andreas Seppi venceu Roger Federer por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 7/6 (7/5), 4/6 e 7/6 (7/5), nesta sexta-feira, e eliminou o suíço do primeiro Grand Slam do ano.

Segundo cabeça de chave em Melbourne e atual vice-líder do ranking mundial, Federer havia vencido os dez confrontos anteriores que travou com Seppi, que hoje é apenas o 46º colocado da ATP. Até o duelo desta sexta, o italiano acumulava apenas um set vencido nos dez jogos que travou com o tenista da Basileia.

Ao encerrar este jejum, Seppi avançou às oitavas de final do Aberto da Austrália e se credenciou para enfrentar nesta próxima fase o australiano Nick Kyrgios, que nesta sexta superou o tunisiano Malek Jaziri por 3 sets a 0, com 6/3, 7/6 (8/6) e 6/1.

Azarão, Seppi não se intimidou com a enorme vantagem de Federer no retrospecto de jogos entre os dois. Já no primeiro set, aproveitou uma de duas chances de quebrar o saque do suíço e confirmou todos os seus serviços para fazer 6/4.

Em seguida, cada tenista converteu dois break points no segundo set e forçaram a disputa do tie-break, no qual o italiano foi um pouco melhor para fazer 7/5.

Pressionado, o recordista de títulos de Grand Slam reagiu. Desta vez sem oferecer nenhuma chance de quebra ao rival, converteu um de dois break points para aplicar o 6/4 que o manteve vivo no jogo.

No quarto set, porém, Federer acabou sucumbindo em novo tie-break, depois de os dois tenistas confirmarem todos os seus saques e forçarem o desempate. Atônito com o seu feito após dez derrotas seguidas, Seppi ganhou até um abraço e um sorriso de Federer quando foi cumprimentá-lo na rede após o confronto.

A vitória de Seppi, por sinal, acabou sendo a única surpresa do dia na chave masculina de simples do Aberto da Austrália. O britânico Andy Murray, o checo Tomas Berdych e o búlgaro Grigor Dimitrov, respectivos sexto, sétimo e décimo cabeças de chave, confirmaram favoritismo e também foram às oitavas de final.

Murray venceu o português João Sousa por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 6/1 e 7/5, e terá pela frente na próxima fase o búlgaro Dimitrov, que nesta sexta sofreu para superar o veterano cipriota Marcos Baghdatis por 3 sets a 2, com 4/6, 6/3, 3/6, 6/3 e 6/3.

Já Berdych avançou com tranquilidade ao bater o sérvio Viktor Troicki por 6/4, 6/3 e 6/4. Com isso, se credenciou para encarar nas oitavas de final o australiano Bernard Tomic, que nesta terceira rodada eliminou o seu compatriota Samuel Groth com parciais de 6/4, 7/6 (10/8) e 6/3.

Outro que foi às oitavas de final nesta sexta-feira foi o sul-africano Kevin Anderson, 14º pré-classificado, que derrotou o francês Richard Gasquet por 3 sets a 0, com 6/4, 7/6 (7/3) e 7/6 (8/6), e agora espera pela definição do seu próximo rival. Será o ganhador da partida entre o espanhol Rafael Nadal e o israelense Dudi Sela, previsto para ser encerrado ainda na noite desta sexta em Melbourne.