Özil marca após 4 meses, Arsenal vence no sufoco e avança na Copa da Inglaterra

Esportes

Özil marca após 4 meses, Arsenal vence no sufoco e avança na Copa da Inglaterra

Redação Folha Vitória

Brighton - Com um gol do alemão Mesut Özil, que encerrou um jejum de mais de quatro meses sem marcar, o Arsenal venceu o Brighton & Hove Albion por 3 a 2, fora de casa, neste domingo, e no sufoco acabou avançando às oitavas de final da Copa da Inglaterra.

Com o triunfo, o time de Londres também afastou a possibilidade de mais uma grande zebra na competição, um dia depois de Chelsea e Manchester City darem vexame e serem eliminados por Bradford City and Middlesbrough, respectivamente. Já Liverpool e Manchester United terão de disputar jogos extras contra seus rivais após ficarem no empate em confrontos realizados respectivamente no sábado e na sexta-feira.

No jogo deste domingo, na casa do Brighton, equipe que hoje ocupa a 19ª posição da segunda divisão do Campeonato Inglês, o Arsenal deu a impressão de que resolveria logo o jogo ao abrir 2 a 0 no primeiro tempo. Aos 2 minutos, Theo Walcott já fez o primeiro para a equipe de Londres, antes de Özil ampliar aos 24.

Com o seu tento, o meia alemão encerrou um jejum que durava desde 20 de setembro, quando marcou contra o Aston Villa, pelo Inglês. Ele, porém, passou três meses longe dos gramados por causa de uma lesão no joelho, fato que acabou colaborando para o jejum de mais de quatro meses.

No início da etapa final, aos 5 minutos, Chris O'Grady descontou para o Brighton, que passou a acreditar em uma reação. Já aos 14 minutos, Tomas Rosicky ampliou para o Arsenal, mas o time da casa voltaria a marcar aos 30, com Sam Baldock, assustando novamente os favoritos. Entretanto, a equipe londrina conseguiu segurar o resultado e o consequente avanço na Copa da Inglaterra.

Horas antes de o Arsenal avançar, outros dois jogos foram disputados pelo torneio neste domingo. Em um deles, o West Ham venceu o Bristol City por 1 a 0, fora de casa, e também assegurou seu lugar nas oitavas de final. Outro que se classificou no dia foi o Aston Villa, que aproveitou o fator campo para bater o Bournemouth por 2 a 1.