Após fraturar crânio, jogador do Hull opera e está em condição estável

Esportes

Após fraturar crânio, jogador do Hull opera e está em condição estável

Redação Folha Vitória

Londres - O meio-campista Ryan Mason foi submetido a cirurgia após sofrer fratura no seu crânio em um choque entre cabeças durante uma partida do Campeonato Inglês contra o Chelsea, disputada neste domingo. Mason, de 25 anos, "está em condição estável e espera-se que permaneça no hospital nos próximos dias", disse o Hull em um comunicado.

O inglês foi levado para a unidade de neurocirurgia de um hospital próximo ao Stamford Bridge, o estádio do Chelsea, após a colisão com o zagueiro Gary Cahill, na disputa pela bola em uma jogada aérea.

Mason recebeu tratamento por quase dez minutos no campo antes de deixá-lo em uma maca e com uma máscara de oxigênio. "Todo mundo no clube gostaria de expressar os sinceros agradecimentos pelo excelente e rápido atendimento no hospital", disse o Hull.

Cahill conseguiu voltar a jogar depois de receber o atendimento médico. Ele, inclusive, marcou o segundo gol do Chelsea na vitória por 2 a 0, tendo participado do jogo completo.

"Foi um acidente ruim com Gary e, devo ser honesto, depois do primeiro tempo,

Gary também não estava muito bem", disse o técnico do Chelsea, Antonio Conte. "Ele decidiu continuar no jogo. Foi muito ruim este acidente".

Dezenas de mensagens de apoio a Mason foram divulgadas por clubes e jogadores rivais, incluindo o Tottenham, seu ex-clube. Mason se profissionalizou pelo clube do norte de Londres e foi emprestado a cinco times antes de fazer sua estreia no Campeonato Inglês em 2014.

Ele marcou quatro vezes em 70 partidas pelo Tottenham, mas saiu em agosto, diante da falta de oportunidades. Mason jogou pelas seleções de base da Inglaterra e disputou um amistoso pela equipe principal em 2015, diante da Itália.