• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Atual campeã, Costa do Marfim perde para Marrocos e cai na Copa Africana

Esportes

Atual campeã, Costa do Marfim perde para Marrocos e cai na Copa Africana

Oyem - A zebra definitivamente tomou conta da Copa Africana de Nações. Depois do Gabão, dono da casa, e da Argélia serem eliminados nos últimos dois dias, nesta terça-feira foi a vez da atual campeã, a Costa do Marfim, cair ainda na fase de grupos do torneio com a derrota por 1 a 0 para o Marrocos, na cidade de Oyem, resultado que deu uma das vagas do Grupo C aos marroquinos. A outra ficou com a República Democrática do Congo, que passou nesta terça por Togo por 3 a 1, em Port-Gentil.

Com os resultado, os surpreendentes congoleses terminaram na liderança do Grupo C, com sete pontos, seguidos por Marrocos, que avança como segundo colocado com seis. A Costa do Marfim decepcionou e se despede do torneio sem nenhuma vitória e somente dois pontos, à frente somente de Togo, que somou um.

Mesmo já não contando com alguns nomes de peso, como os irmãos Kolo e Yaya Touré e o atacante Didier Drogba, responsáveis pela ascensão do futebol do país nos anos 2000, a Costa do Marfim ainda tem jogadores de expressão em sua seleção. Nesta terça, foram titulares o zagueiro Eric Bailly, do Manchester United, o lateral Aurier, do Paris Saint-Germain, e os atacantes Salomon Kalou, ex-Chelsea, Wilfried Zaha, ex-Manchester United, e Wilfried Bony, ainda ligado ao Manchester City e emprestado ao Stoke.

Apesar do favoritismo, a Costa do Marfim caiu diante do jovem time marroquino, que tem no zagueiro Benatia, da Juventus, seu principal nome. Os marfinenses entraram em campo precisando da vitória e depois de um primeiro tempo disputado, foram para cima na etapa final.

Mas quando pressionavam, a aposta marroquina no contra-ataque surtiu efeito e o time garantiu a vitória aos 17 minutos. Após recuperação de bola no campo de defesa, Marrocos se lançou ao ataque rapidamente, Alioui recebeu na intermediária, avançou e bateu de cobertura de fora da área para marcar um golaço.

Esta foi apenas a primeira vez desde 2004, quando sequer disputou o torneio na Tunísia, que a Costa do Marfim fica fora da segunda fase da Copa Africana. De lá para cá, foram seis edições se classificando, incluindo o título de 2015 na Guiné Equatorial. Já Marrocos luta para repetir 1976, quando conquistou seu único troféu da competição.

CONGOLESES VENCEM - Na outra partida da chave, a surpreendente República Democrática do Congo confirmou a classificação com uma vitória tranquila. Kabananga, Ndombe e M'Poku marcaram os gols da seleção. Laba fez o de honra de Togo, do experiente Adebayor, que se despede precocemente da Copa Africana.

Com um grupo pouco conhecido e tendo Bakambu, do Villarreal, como seu principal destaque, os congoleses tentam o terceiro título da competição, para igualar os feitos de 1968 e 1974. Já Togo se despede precocemente mais uma vez e segue sem ter disputado sequer uma semifinal de Copa Africana em sua história.