• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Clássico entre Corinthians e São Paulo nos EUA define o primeiro campeão de 2017

Esportes

Clássico entre Corinthians e São Paulo nos EUA define o primeiro campeão de 2017

De um lado, o técnico Rogério Ceni fará apenas o seu segundo jogo oficial à frente do clube.Do outro lado, Fabio Carille evita colocar um peso extra na disputa pelo troféu da Florida Cup

De um lado, o técnico Rogério Ceni fará apenas o seu segundo jogo oficial à frente do clube Foto: Divulgação

A frase do uruguaio Diego Lugano é emblemática: "Acabou a pré-temporada, começou o campeonato". Ele se refere ao duelo entre São Paulo e Corinthians, na final da Florida Cup, neste sábado, às 21 horas (de Brasília), em um momento em que as duas equipes ainda estão começando a treinar e em fase de testes. Mas em um clássico de tamanha rivalidade, tudo isso ficará em segundo plano, apesar do discurso dos treinadores. Por isso, o resultado ganhou um peso enorme.

De um lado, o técnico Rogério Ceni fará apenas o seu segundo jogo oficial à frente do clube. Ele vem tentando dar novo padrão à equipe, que vinha patinando nos últimos meses, mas conhece melhor do que qualquer um que estiver em campo a rivalidade entre São Paulo e Corinthians, até pelos anos que enfrentou o adversário quando era jogador.

Do outro lado, Fabio Carille evita colocar um peso extra na disputa pelo troféu da Florida Cup. "O que me importa é o trabalho e não o resultado agora. Estamos em pré-temporada", disse, em discurso compartilhado por Rogério Ceni. Só que o são-paulino já coloca algumas distinções. "Vamos ter 46 horas entre um jogo em outro, enquanto o Corinthians terá 72 horas. Essa diferença pode fazer com que falte combustível na hora do jogo".

Para a decisão, os dois treinadores adotam o mistério e não abrem a escalação que pretendem utilizar. Carille já avisou que vai mexer na equipe, mas não trocará tantos jogadores entre um tempo e outro. Já Rogério Ceni quer continuar promovendo alterações. "Vamos analisar as condições dos atletas, mas quero fazer o máximo de substituições que conseguir", explicou.

No Corinthians, a tendência é que o treinador promova algumas mudanças com a entrada de Kazim na frente. Com isso, Jô deixaria de ser o homem de referência no ataque e passaria a fazer parte da linha de quatro jogadores no meio de campo. A dúvida é se Rodriguinho poderá atuar. Ele foi poupado do último treino, para fazer reforço muscular, e deu entrevista no dia anterior com gelo nas pernas. Se não atuar, Marquinhos Gabriel entra no time.

Para o lateral-direito Fagner, o resultado do duelo não vai interferir na temporada. Nesta sexta-feira ele desfilou dentro da Disney e fez pose para fotos com o Mickey, em uma ação da organização para divulgar o evento. "É uma bela preparação. Durante o ano vamos ter jogos difíceis também, mas reforço que estamos numa pré-temporada e com poucos dias de trabalho. Ainda vamos demorar a atingir nosso estágio ideal", disse.

Já o goleiro do São Paulo, Sidão, sabe que enfrentar o Corinthians logo no início da temporada será mais um desafio para sua equipe, que tenta se reerguer após um Campeonato Brasileiro ruim no ano passado. "É um clássico para esquentar os motores para o Paulistão. Tivemos um clássico sul-americano, saímos vencedores, e agora teremos um paulista".

Ele lembra que no clássico o time precisará manter uma concentração alta e aproveitar as chances, pois é um momento que todos estarão de olho nas equipes. Sobre ser titular, ele vai aguardar a decisão de Rogério Ceni sobre ele ou Denis no gol. "A briga está boa. O Rogério tem tempo para decidir. Temos muitas competições para jogar", concluiu.