Gasquet e Dimitrov jogam até as 2h da manhã e francês avança

Esportes

Gasquet e Dimitrov jogam até as 2h da manhã e francês avança

Redação Folha Vitória

Melbourne - O relógio apontava 23h58 em Melbourne quando Grigor Dimitrov e Richard Gasquet iniciaram a última partida do dia no Aberto da Austrália. Gasquet, porém, não queria passar a madrugada toda jogando tênis. Resolveu a partida em três sets, vencendo por 6/3, 6/2 e 6/4 e avançando às oitavas de final do primeiro Grand Slam do ano.

Como os demais jogos do dia na Rod Laver Arena se prolongaram mais do que o esperado - Rafael Nadal precisou de quatro horas para vencer o alemão Alexander Zverev - a última partida da noite começou com duas horas de atraso, dois minutos antes de virar o dia no calendário.

A expectativa logo foi lançada pela possibilidade de quebra de um recorde: o jogo que acabou mais tarde em um Grand Slam, pertencente a outro duelo do Aberto da Austrália, em 2008, quando Lleyton Hewitt e Marcos Baghdatis jogaram até 4h34 da manhã.

Gasquet não permitiu e venceu em pouco mais de duas de partida, avançando para enfrentar o veterano Denis Istomin, de 30 anos, algoz de Novak Djokovic, que mais cedo eliminou o espanhol Pablo Carreno Busta.

Também durante a noite em Melbourne, a checa Karolina Pliskova, quinta cabeça de chave na competição feminina de simples, suou para eliminar a letã Jelena Ostapenko, 38.ª do ranking mundial. O terceiro set terminou com 10/8 no placar. Pliskova agora pega a australiana Daria Gavrilova (26.ª), algoz da suíça Timea Bacsinszky (15.ª).