Presidente da China faz apelo por sustentabilidade nos Jogos de Inverno em Pequim

Esportes

Presidente da China faz apelo por sustentabilidade nos Jogos de Inverno em Pequim

Redação Folha Vitória

Pequim - O presidente da China, Xi Jinping visitou nesta terça-feira o local onde vão acontecer as provas de neve dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 e cobrou que as instalações sejam sustentáveis. Também reforçou a necessidade de que haja um planejamento para que elas sejam usadas para difundir o esporte de inverno no país.

Ele esteve Chongli, na província de Hebei, adjacente a Pequim, onde está o parque que será a sede das provas de esqui e snowboard. Lá, deixou claro que o governo pretende que os Jogos de Inverno sirvam para popularizar modalidades de inverno entre os centenas de milhões de habitantes do norte do país, onde faz mais frio.

"A posição de Chongli deve ser claramente designada e não deve ser desenvolvida para ser uma metrópole em grande escapa. Isso seria a marca do fracasso. Chongli deveria ser um destino de esqui com forte caráter local", afirmou o presidente chinês. O resort já é um dos principais de inverno da China.

"A operação pós-olímpica das facilidades deve ser considerada, vista que muitas cidades sedes olímpicas enfrentar desafios com instalações ficando sem uso após o evento", completou.

Pequim, que não é um destino de inverno, venceu a concorrência pelos Jogos de 2022 depois que todas suas concorrentes europeias se retiraram. A disputa foi só contra Almaty, no Casaquistão, e o Comitê Olímpico Internacional (COI) preferiu não arriscar, apostando na cidade sede dos Jogos de Verão de 2008.

Em 2022, a Olimpíada terá seus eventos indoor acontecendo em Pequim, onde serão realizadas, por exemplo, as competições de hóquei no gelo, curling e patinação. Em quase todos os casos, serão utilizadas estruturas herdadas da Olimpíada de Verão. As provas de montanha terão como sede Chongli, enquanto a área rural de Yanqing vai receber as provas de bobsled, luge e skeleton.