• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

De virada, Halep volta a vencer depois de 5 meses e estreia bem na Austrália

Esportes

De virada, Halep volta a vencer depois de 5 meses e estreia bem na Austrália

Simona Halep mostrou nesta terça-feira por que é a atual número 1 do mundo. De virada, a tenista romena mostrou superação em sua estreia no Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada, para acabar com uma seca de cerca de cinco meses no circuito profissional e vencer a estoniana Kaia Kanepi por 2 sets a 1 - com parciais de 6/7 (2/7), 6/4 e 6/2, em 2 horas e 11 minutos.

A líder do ranking da WTA não vencia uma partida desde o Torneio de Cincinnati, nos Estados Unidos, em agosto. Desde então, perdeu nas estreias das últimas quatro competições que disputou, incluindo a do US Open, em Nova York, justamente para Kanepi. E não jogou o WTA Finals, em outubro, por conta de uma lesão nas costas.

A sua próxima rival em Melbourne será a embalada norte-americana Sofia Kenin, que venceu a russa Veronika Kudermetova por 2 sets a 1 - parciais de 6/3, 3/6 e 7/5, em pouco mais de duas horas. A tenista dos Estados Unidos, de apenas 20 anos, conquistou no último sábado em Hobart, também na Austrália, o seu primeiro título de WTA e atualmente ocupa o 37.º lugar no ranking.

Atual vice-campeã do Aberto da Austrália, Halep tem 1.300 pontos a defender neste ano. Começou a competição com o posto de número 1 ameaçado por 11 rivais e a vitória desta terça-feira já tira três desta lista: a dinamarquesa Caroline Wozniacki, a russa Daria Kasatkina e a bielo-russa Aryna Sabalenka.

Entre as oito tenistas que podem tomar a liderança de Halep está a japonesa Naomi Osaka, que nesta terça-feira teve pouco trabalho para vencer na estreia em Melbourne. A atual campeã do US Open derrotou a polonesa Magda Linette por 2 sets a 0 - com parciais de 6/4 e 6/2, em apenas 58 minutos.

Na segunda rodada, a quarta colocada do ranking da WTA terá pela frente a eslovena Tamara Zidansek, número 78 do mundo, que passou pela australiana Daria Gavrilova por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/3.