• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Flamengo gasta mais de R$ 100 milhões para "não ficar no cheirinho" em 2019

Esportes

Flamengo gasta mais de R$ 100 milhões para "não ficar no cheirinho" em 2019

Depois de bater na trave nos últimos anos e com novo presidente, Rubro-Negro abre cofre e é time que mais investe na temporada de 2019

Foto: Divulgação
Gabigol, Arrascaeta e Rodrigo Caio foram as grandes contratações do Flamengo nesta temporada

Com certeza o time mais falado neste começo de 2019 foi o Flamengo. Não poderia ser diferente. O Rubro-Negro gastou mais de R$ 100 milhões para se reforçar e conseguir um título de grande representatividade, que não vem desde o Brasileirão de 2009 e a Copa do Brasil de 2013.

Para montar um bom time, é necessário um treinador de ponta. Depois de apostar em novatos como Zé Ricardo e Maurício Barbieri, veio Abel Braga, campeão da Libertadores (2006, pelo Internacional) e do Brasileiro (2012, no Fluminense).

Esta vai ser a segunda passagem do treinador pela Gávea. Em 2004, ganhou o Campeonato Carioca.

No sistema defensivo, uma cara nova: Rodrigo Caio. O Flamengo gastou R$ 22 milhões e comprou 45% dos direitos federativos do zagueiro que jogou no São Paulo desde as categorias de base.

O outro reforço não precisou mexer no cofre. Abel Braga reintegrou o goleiro Diego Alves, que já se destacou na conquista da Florida Cup. O jogador foi para reserva no segundo semestre de 2018, não gostou e foi afastado do grupo.

A outra boa notícia foi a permanência de Wiliam Arão. O volante teve proposta de times do Brasil e do exterior, mas o Rubro-Negro conseguiu mantê-lo por mais dois anos.

Arrascaeta e Gabigol

O sistema ofensivo com certeza foi o mais mexido. O novo presidente Rodolfo Landim assumiu o clube depois da grande perda do queridinho Lucas Paquetá, que foi fazer sucesso no Milan. Para deixar a Nação feliz, vieram dois nomes fortes: Arrascaeta e Gabigol.

A novela para tirar o meia uruguaio do Cruzeiro foi longa, mas com final feliz para os cariocas. Depois de ser acusado de aliciar jogadores pelo time mineiro, os dois clubes chegaram a um acordo e Arrascaeta mudou de Estado, depois de quatro anos.

O Fla investiu R$ 55,3 milhões e levou para Gávea a contratação mais cara entre clubes do futebol brasileiro.

Para trazer Gabigol por empréstimo de um ano, o Rubro-Negro não precisou pagar nada para a Inter de Milão. Mas, vai ter de arcar com o salário integral do jogador de aproximadamente R$ 1,25 milhão por mês.

2019 é a segunda vez seguida que o Flamengo contrata o artilheiro do Campeonato Brasileiro. No ano passado, Henrique Dourado foi a escolha que não rendeu tudo aquilo que os dirigentes esperavam.

Com um elenco de estrelas, o Rubro-Negro vai disputar quatro competições na temporada: Carioca, Copa do Brasil, Copa Libertadores e Campeonato Brasileiro. Com esse grupo, dá para sonhar com uma quinta: o Mundial de Clubes, no final do ano.

O cofre foi aberto para que a torcida finalmente comemore um título, não fique só no cheirinho e deixe de ser motivo de memes dos rivais.