• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Amigo de Firmino, meia Bruno Nazário diz que torcida do Botafogo não esquece passe que eliminou o Flamengo

Esportes

Amigo de Firmino, meia Bruno Nazário diz que torcida do Botafogo não esquece passe que eliminou o Flamengo

O jogador de 24 anos acertou empréstimo até o fim de 2020 e deve ser titular de Alberto Valentim

Acácio Rodrigues

Redação Folha Vitória
Foto: Vitor Silva / Botafogo

Bruno Nazário é um meia que joga como 10 clássico ou aberto pelos lados. E para delírio da torcida botafoguense, o novo jogador do time carioca foi o responsável pela assistência do gol que originou a eliminação do Flamengo em pleno Maracanã, na Copa do Brasil do ano passado, quando defendia o Athletico-PR e foi campeão do torneio. Aos 24 anos, o atleta revelado pelo Figueirense já é considerado titular do técnico Alberto Valentim.

"Os torcedores me lembraram desse lance, foi muito especial para mim, onde eu ajudei o clube que eu estava vestindo a camisa. Mas faz parte, hoje estou aqui pensando no Botafogo", afirma o jogador, que pode ser adquirido pelo clube no fim da temporada, em valor fixado de R$ 5,4 milhões.

Apresentado oficialmente na manhã deste domingo (19), no Hotel Fazenda China Park, em Domingos Martins, Bruno Nazário, ou "Nazashow", como tem sido chamado, é o reforço que a torcida queria ver com a camisa do Botafogo. Criativo e canhoto, o meia jogou com Roberto Firmino ainda no Figueirense e logo depois no Hoffenheim, da Alemanha.

"A gente tem contato no dia a dia, é um grande amigo, grande jogador que vem me dando conselhos. Publiquei (sobre a ida para o Botafogo) nas minhas redes sociais e ele me mandou mensagem no WhatsApp me dando parabéns, falando para eu focar, que eu tenho um grande talento. Ouvir isso dele é especial, muito gratificante", contou.

Com média de 15 passes certos por jogo no último Brasileirão, Bruno Nazário tem meta na temporada: "A gente sempre procura ajudar os centroavantes. A meta de um meia é de 15 assistências e marcar gols".

Ao vestir a camisa na apresentação, disse aos jornalistas: "Caiu bem, né?". A empolgação do meia por ser jogador do Botafogo já é refletida quando ele canta como a torcida: "Vamos, vamos, vamos Botafogo. O clube que é mais tradicional", entoou no fim da coletiva.