• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chuvas provocam erosão no entorno do Itaquerão

Esportes

Chuvas provocam erosão no entorno do Itaquerão

São Paulo - O Corinthians não enfrenta problemas apenas na parte interna do Itaquerão, com a queda de parte do teto do setor Oeste. Do lado externo do estádio, duas obras estão em andamento atualmente para tentar corrigir falhas no solo. Foram abertos dois buracos: um entre as entradas dos setores Leste e Norte e outro próximo à avenida Radial Leste.

Segundo a Odebrecht, ocorreram dois pontos de erosão provocados pelas chuvas nos últimos dias do mês de janeiro. "Em um dos pontos, os serviços de reparo já estão em fase final. No outro, os reparos terminam nos próximos 20 dias", diz trecho de nota enviada pela construtora ao jornal O Estado de S. Paulo.

Ainda de acordo com a Odebrecht, os pontos de erosão não afetam a realização de eventos no estádio. Desde o início das obras, já foram disputados dois jogos do Corinthians no Itaquerão, ambos válidos pelo Campeonato Paulista: contra Capivariano e São Paulo. A soma de público dessas duas partidas foi superior a 60 mil pessoas.

O Itaquerão custou mais de R$ 1 bilhão. Em setembro do ano passado, a Odebrecht retirou os seus operários do estádio e anunciou que as suas atividades na arena estavam encerradas. O Corinthians, porém, alega que a obra não estava totalmente concluída. A estimativa de dirigentes era de que ainda seria necessário investir até R$ 200 milhões para deixar a arena pronta, conforme previsto no projeto original.