Gallo é apresentado na Ponte Preta e diz que já comanda o time na quinta

Esportes

Gallo é apresentado na Ponte Preta e diz que já comanda o time na quinta

Técnico demonstrou que pretende contar com o torcedor da Ponte para reerguer o time no Campeonato Paulista. "Vou fazer meu melhor para que eu possa colaborar para o crescimento dessa equipe"

Redação Folha Vitória
Ex-técnico da seleção olímpica, Gallo assume clube do interior paulista Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Campinas - Apresentado oficialmente na Ponte Preta, o técnico Alexandre Gallo confirmou nesta terça-feira que fará sua estreia com o time no confronto contra o Audax, pela sexta rodada do Paulistão. O treinador deu entrevista coletiva na sala de imprensa do estádio Moisés Lucarelli e revelou que viajará com o elenco para Osasco, para o confronto das 21h45 desta quarta-feira, no estádio José Liberatti.

"Vou estar junto nesse momento, ser parceiro, a responsabilidade vai ser minha e todas as armas que nós tivermos nesse curto espaço de tempo, vamos usar para conquistar um bom resultado", afirma o técnico. Trabalhando na Arábia Saudita, ele chegou no Brasil no último sábado e rapidamente já assinou contrato até o final de 2016.

"Eu fiquei bastante lisonjeado com esse convite. Acabei chegando do mundo árabe no sábado à noite, praticamente fiquei domingo em casa e na segunda-feira eu recebi o contato da Ponte, que me deixou muito orgulhoso. Sei do potencial, sou oriundo do estado de São Paulo, pois sou de Ribeirão Preto e conheço essa marca, essa torcida e a força que tem a Ponte Preta. Estou aqui para dar minha colaboração e sem dúvida é uma honra estar trabalhando aqui."

Gallo também demonstrou que pretende contar com o torcedor da Ponte para reerguer o time no Campeonato Paulista. "Vou fazer meu melhor para que eu possa colaborar para o crescimento dessa equipe, que está em um momento de transição, de reequilíbrio, mas que tem que pensar grande, do tamanho que é, com a dimensão que tem a nação ponte-pretana", ressalta o novo treinador.

Sem vencer na competição, a Ponte Preta é a lanterna do Grupo B, com apenas três pontos. "Como adversário, vínhamos aqui e já sabíamos que íamos sofrer esse quesito dos atletas e da torcida. Esse congraçamento de luta, garra e determinação está na cara da Ponte Preta. É inevitável que isso aconteça e a torcida jogando junto conosco nesse momento vai ser de extrema importância, para que os adversário sintam o tamanho do potencial dessa torcida."