Lazio terá setores do estádio fechados por até 2 jogos após novo caso de racismo

Esportes

Lazio terá setores do estádio fechados por até 2 jogos após novo caso de racismo

Redação Folha Vitória

Roma - A torcida da Lazio mais uma vez foi protagonista de um lamentável episódio de racismo na última quarta-feira. A vítima foi o zagueiro senegalês Kalidou Koulibaly, do Napoli, atacado insistentemente na derrota do time romano por 2 a 0, no Estádio Olímpico. Mas novamente a punição aplicada ao clube da capital deixou a desejar.

Como já se tornou padrão em casos de racismo, a liga responsável pela organização do Campeonato Italiano decidiu fechar setores do estádio como forma de punição. Por duas partidas, os torcedores não poderão acessar a parte do Estádio do Olímpico conhecida como Curva Nord por duas partidas, além de outros dois setores por um jogo.

Na última quarta, o árbitro da partida, Massimiliano Irrati, chegou a paralisá-la por quatro minutos quando as ofensas começaram. De acordo com a súmula, "cerca de quatro mil" dos 5.145 torcedores da Lazio nestes setores entoavam os cânticos racistas contra Koulibaly.

Irrati ainda revelou que foi aconselhado pela pessoa responsável pela segurança pública do estádio a recomeçar a partida, mesmo com os cânticos ainda sendo entoados. As ofensas, aliás, não foram interrompidas até o apito final.