Fora do Santos no clássico, Gabriel esbraveja contra árbitro: 'Tá ficando chato'

Esportes

Fora do Santos no clássico, Gabriel esbraveja contra árbitro: 'Tá ficando chato'

Redação Folha Vitória

Santos - Conhecido pelos seus gols, só que também pelo seu temperamento explosivo, o atacante Gabriel foi mais uma vez decisivo na vitória do Santos por 2 a 0 sobre o Santo André, neste domingo, mas levou o terceiro cartão amarelo e desfalcará o time do técnico Jair Ventura no clássico diante do Corinthians, no próximo domingo, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela 10.ª rodada do Campeonato Paulista.

No lance que gerou o cartão, logo após o primeiro gol, o atacante recebeu lançamento e deu continuidade à jogada mesmo impedido. Foi, então, advertido pelo árbitro, que ouviu muita reclamação do atacante. Gabriel foi substituído poucos minutos depois e não saiu antes de reclamar novamente com o juiz, alegando que não ouviu o apito e, por isso, seguiu no lance. Na saída do gramado, esbravejou outra vez.

"O que aconteceu é que eu não ouvi (apito do árbitro), atrás tá cheio. Eu consegui dar chapéu no goleiro e a torcida gritou. Ele me deu cartão. Aconteceram lances sem bola. Neneca demorou pra bater tiro de meta. Tá ficando chato porque pra violência não dá cartão", reclamou o atacante, em entrevista ao SporTV.

Com a bola rolando, Gabriel vem justificando todo o esforço que o Santos fez em repatriá-lo. Marcou seu quarto gol em quatro jogos e ajudou o time a chegar à terceira vitória consecutiva no Estadual e ao quarto jogo sem derrota. Curiosamente, desde que Gabriel reestreou, o Santos ainda não perdeu.

Antes do clássico contra o Corinthians, o Santos, com Gabriel, estreia na Copa Libertadores nesta quinta-feira contra o Real Garcilaso, em Cuzco, no Peru.