Esportes

Programa Bolsa Atleta é regulamentado em Cachoeiro de Itapemirim

Atletas terão apoio financeiro para se dedicar a treinamentos e participarem de competições municipais, regionais, estaduais, nacionais e internacionais

Foto: Divulgação

O Programa Bolsa Atleta, voltado para atletas, paratletas e atletas-guias amadores, está regulamentado em Cachoeiro de Itapemirim. Os atletas terão apoio financeiro para que se dediquem ao treinamento esportivo e, assim, participem de competições municipais, regionais, estaduais, nacionais e internacionais.

De acordo com o programa, o subsídio será pago em 12 parcelas mensais. Porém, atletas e paratletas que estiverem contratados por clubes de outros estados não terão direito de receber a bolsa.

O benefício deverá ser utilizado para custear gastos com alimentação, assistência médica, odontológica, psicológica, nutricional e fitoterápica, medicamentos, suplementos alimentares, transporte terrestre e aéreo para eventos esportivos, academia, personal trainers, material e uniforme esportivo, devendo o beneficiado prestar contas, na forma e condições estabelecidas pela Semesp.

“A regulamentação do Bolsa Atleta é o último passo antes do lançamento do edital de seleção dos atletas e paratletas que irão receber o benefício. O investimento da prefeitura tem o objetivo de apoiar os atletas para que possam se dedicar ainda mais aos treinos e participarem de competições fora do nosso município buscando melhores resultados”, explica Lilian Siqueira, secretária municipal de Esporte e Lazer.

Confira as categorias da Bolsa Atleta

Estudantil: Atletas e paratletas, que participaram dos últimos Jogos Escolares da Juventude, Jogos Universitários Brasileiro das competições (escolares ou universitários) do ano anterior, obtendo até a terceira colocação nas provas individuais de modalidades individuais, ou selecionados entre os atletas destaques das modalidades coletivas, que continuem a treinar para futuras competições oficiais.

Estadual: atletas e paratletas, que participaram das competições a nível estadual, sendo tais competições referendadas pela federação da respectiva modalidade como principais eventos ou que integrem o ranking estadual da modalidade, obtendo, em qualquer caso, até a terceira colocação ano anterior, e que continuem treinando para futuras competições oficiais estaduais.

Nacional: atletas e paratletas, que participaram das competições a nível nacional, sendo tais competições referendadas pela confederação da respectiva modalidade como principais eventos ou que integrem o ranking nacional da modalidade, obtendo, em qualquer caso, até a terceira colocação ano anterior, e que continuem treinando para futuras competições oficiais nacionais.

Internacional: atletas e paratletas, que integraram a seleção nacional de sua modalidade esportiva, representando o Brasil em campeonatos ou jogos sulamericanos, panamericanos, parapanamericanos ou mundiais, obtendo até a terceira colocação em competições, referendadas pela confederação da respectiva modalidade como principais eventos ano anterior, e que continuem treinando para futuras competições oficiais internacionais.

Pontos moeda