Rafael Fryga se destaca e fatura o bicampeonato pela quarta classe

Circuito Rede Vitória de Tênis

Esportes

Rafael Fryga se destaca e fatura o bicampeonato pela quarta classe

Na partida deste sábado, Fryga teve um início sem defeitos. O garoto saiu de quadra radiante, e não escondeu a satisfação em ter conquistado mais um título

Ana Mota

Redação Folha Vitória
Foto: Ana Carolini Mota

Conhece aquela frase que diz que tamanho não é documento? O tenista Rafael Fryga, de apenas 11 anos, conhece muito bem. O garoto nunca foi subestimado em quadra, mas precisou se acostumar com a pressão de enfrentar adversários mais velhos. O último foi Renzzo Rizzo, pela final da quarta classe do Circuito Rede Vitória de Tênis.

A cada competição o menino chega em quadra da mesma forma, acompanhando da família, cumprimentando seus adversários e amigos, e com seu famoso cubo mágico. Isso mesmo, um cubo mágico! É solucionando esse quebra-cabeça que Rafael exercita sua paciência e contração e, é claro, desconta o nervosismo. Ele só precisa de segundos para encaixar todas as cores, e faz isso várias vezes antes de entrar em jogo.

Na partida deste sábado contra Renzzo, Fryga teve um início sem defeitos. Abriu cinco games de vantagem logo na primeira parte, e não demorou muito para fechar o primeiro set. Na segunda etapa da partida, Renzzo tentou uma reação, mas Rafael permanecia ligado no jogo, e não facilitou para o adversário. Fim de jogo com vitória de Rafael com parciais de 6/1 e 6/4. O garoto saiu de quadra radiante, e não escondeu a satisfação de ter conquistado o bicampeonato.

“O Renzzo jogou bem, mas estava frio no primeiro set, e foi aí que aproveitei bastante. No segundo set eu tive mais trabalho, mas deu para controlar a partida e sair do jogo com mais um título do torneio. Estou muito feliz”, disse Rafael Fryga.

Foto: Everton Nunes

Antes que o menino desse sequência na fala, a mãe dele, Katarina Fryga, fez questão de reforçar que o título é resultado da forma como Rafael enxerga a modalidade. Katarina, que também é tenista, faz questão de acompanhar todos os passos do filho no esporte, e reconhece o esforço do garoto na busca para se tornar um atleta profissional do tênis.

“O tênis não é diversão para o Rafael. Isso faz parte da vida dele, está na rotina e as vezes ele esquece de falar sobre isso, que é o mais importante. Sem esse trabalho ele não conseguiria essa série de bons resultados. Eu tento reforçar isso com ele em todas as competições", disse Katarinna Fryga.

A última final disputada por Rafael Fryga foi em dezembro do ano passado, contra Lucas Zandonadi. O garoto Rafael não perdoou e, como muita disposição e garra, ficou com a taça de campeão da quarta classe. Agora, o garoto estuda a possibilidade de subir de classe e, quem sabe, ainda em 2019, levantar mais uma taça.