• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

'Foi uma grande emoção voltar a vestir a camisa do Palmeiras', diz Alex

Esportes

'Foi uma grande emoção voltar a vestir a camisa do Palmeiras', diz Alex

São Paulo - O novo estádio do Palmeiras garantiu na noite deste sábado um resgate a um dos momentos mais marcantes da história do clube. Na despedida do craque Alex, a torcida alviverde também viu quase toda a equipe campeã da Libertadores de 1999, além de outros ídolos que marcaram história com a camisa verde e branca. Na disputa entre os amigos de Alex contra o time campeão continental, a equipe vitoriosa foi o menos importante em uma noite de comemoração do torcedor palmeirense.

Após mais de 13 anos, Alex voltou a vestir a camisa palmeirense, com a qual conquistou os títulos da Copa do Brasil, Mercosul, Libertadores e também do torneio Rio-São Paulo. Ao lado do atleta estiveram craques como Marcos, Velloso, Júnior Baiano, Roque Júnior, Júnior, Edmundo, Paulo Nunes, Oséas, Ademir da Guia, Zinho, Evair, Euller, Galeano e outras estrelas que passaram pelo Palmeiras.

Do outro lado, amigos e ex-companheiros de equipes do homenageado da noite formaram o adversário do Palmeiras. Maurinho, Rustu, Gilberto Silva, Sorín, Aristizábal, Denílson, Athirson, Amoroso, Djalminha, entre outros jogadores estiveram na equipe responsável por enfrentar os campeões da Libertadores.

Após a partida, Alex foi direto nas respostas e não teve dúvidas em falar sobre os companheiros de despedida. Um em especial, foi lembrado pelo ex-jogador do Palmeiras e Fenerbahçe: Ademir da Guia. "Quando falamos de Palmeiras e do Ademir da Guia estamos falando da mesma coisa", afirmou Alex.

Protagonista da festa que levou 12 mil torcedores ao Allianz Parque, Alex marcou dois gols e ajudou os companheiros do Palmeiras de 1999 a vencer a equipe formada por seus amigos. O jogador teve a oportunidade de rever os palmeirenses e acredita que deixou uma boa impressão. "Foi uma grande emoção voltar a vestir a camisa do Palmeiras e acho que desfrutei bem."

Ao fim da última entrevista como jogador da carreira, Alex reafirmou que pretende seguir a carreira como dirigente ou treinador. "Os estudos para trabalhar nesta área se iniciaram. Parei quando recebi o convite do Palmeiras, mas pretendo retomar", afirmou o meia, pela última vez com a camisa do Palmeiras.

O craque, que em setembro completará 38 anos, decidiu se aposentar ao final do ano passado, quando defendeu o Coritiba, clube em que foi revelado e que já revelou ser torcedor, no Campeonato Brasileiro.