Gil diz que faz exercícios extras na China para seguir na seleção

Esportes

Gil diz que faz exercícios extras na China para seguir na seleção

Redação Folha Vitória

São Paulo - O zagueiro Gil disse nesta quinta-feira que a sua convocação para a seleção brasileira para os jogos contra Uruguai e Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, é consequência da sua dedicação nos treinos e jogos do Shandong Luneng, da China. Segundo o jogador, ele não mudou a intensidade de trabalho desde a saída do Corinthians, em janeiro.

"É sempre uma honra defender a seleção e mais uma vez será. Desde a última vez que atuei, continuei trabalhando forte para poder voltar a ter uma chance e ela apareceu. Tenho me dedicado aqui no Shandong Luneng todos os dias, buscando defender o clube da melhor maneira, e a convocação é uma consequência dessa dedicação", disse Gil.

A convocação de Gil e Renato Augusto foi motivo de expectativa nos últimos dias porque os dois se transferiram para o pouco competitivo mercado chinês em janeiro. Diante da falta de exigência dos campeonatos locais, havia a possibilidade de a dupla ser preterida por Dunga, o que acabou não acontecendo.

Na China, o zagueiro é treinado por Mano Menezes, ex-técnico da seleção brasileira. O fisioterapeuta Bruno Maziotti também faz parte da comissão técnica do Shandong Luneng. Gil tem, inclusive, mantido uma rotina de exercícios físicos e técnicos complementares após os treinos.

Essa é a décima convocação de Gil para a seleção brasileira. O zagueiro atuou em cinco jogos (dois como titular e três saindo do banco). Na última partida do Brasil em 2015, contra o Peru, em Salvador, ele foi titular e atuou os 90 minutos na vitória por 3 a 0.