• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cleber é vetado por pancada no joelho e desfalca o Santos no domingo

Esportes

Cleber é vetado por pancada no joelho e desfalca o Santos no domingo

São Paulo - O Santos terá um desfalque de última hora para o duelo deste domingo, às 18h30, com o São Bernardo, pela oitava rodada do Campeonato Paulista. O zagueiro Cleber, contundido, foi vetado pelo departamento médico e não terá condições de atuar no Estádio Primeiro de Maio, casa do seu adversário.

Cleber levou uma pancada no joelho esquerdo na última quinta-feira, durante o empate por 1 a 1 com o Sporting Cristal, no Peru, na estreia do Santos na Copa Libertadores. Inicialmente, a situação não preocupava, mas o problema parece ter sido agravado com o desgaste pela viagem de volta ao Brasil, tanto que o jogador se apresentou neste sábado, no CT Rei Pelé, reclamando de fortes dores.

Sem Cleber, a tendência é de que o técnico Dorival Júnior escale Lucas Veríssimo na zaga do Santos, ao lado de David Braz. Para a posição, ele também conta com o volante Yuri, diversas vezes improvisado como zagueiro no time, e o argentino Noguera.

A situação de Cleber, porém, não chega a ser preocupante, o que deve permitir o seu retorno ao time do Santos na próxima quinta-feira, quando a equipe vai receber o The Strongest, na Vila Belmiro, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores.

Embora o duelo com o São Bernardo esteja agendado para menos de 72 horas após o primeiro compromisso na Libertadores e os titulares estejam desgastados, Dorival pretende utilizar a força máxima neste domingo, ainda mais que o Santos está fora da zona de classificação às quartas de final do Paulistão - o time é o terceiro colocado do Grupo D com dez pontos, atrás da Ponte Preta, com 14, e do Mirassol, com 13.

Assim, o Santos deve entrar em campo com a seguinte escalação: Vladimir; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Vitor Bueno, Ricardo Oliveira e Copete.