• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Kyrgios volta a bater Zverev e vai pegar Federer na semifinal do Masters de Miami

Esportes

Kyrgios volta a bater Zverev e vai pegar Federer na semifinal do Masters de Miami

Foi a segunda vitória do australiano sobre o alemão em dois torneios seguidos, pois ele já havia levado a melhor sobre o adversário no Masters de Indian Wells, encerrado na semana retrasada

Foto: Reprodução/Instagram

Miami - Nick Kyrgios sofreu, mas venceu Alexander Zverev por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 6/7 (7/9) e 6/3, na noite desta quinta-feira, para avançar às semifinais do Masters 1000 de Miami. Foi a segunda vitória do australiano sobre o alemão em dois torneios seguidos, pois ele já havia levado a melhor sobre o adversário no Masters de Indian Wells, encerrado na semana retrasada, também nos Estados Unidos.

Cabeça de chave número 12 do importante torneio norte-americano realizado em quadras duras, Kyrgios assim se credenciou para enfrentar na próxima fase o suíço Roger Federer, que horas mais cedo também teve enormes dificuldades para eliminar o checo Tomas Berdych com um outro triunfo por 2 sets a 1.

Com apenas 21 anos de idade, Kyrgios já ocupa a 16ª posição do ranking mundial e teve pela frente nesta quinta um adversário tão ou mais talentoso do que ele. Com 19 anos, muita personalidade e uma confiança de veterano, Zverev figura na 20ª posição da ATP e deixou a quadra de Miami altamente aplaudido ao final do confronto.

E o duelo entre os dois, que reuniu de alto nível técnico, só foi acabar nesta quinta-feira depois de uma batalha de 2h33min, que começou com Kyrgios fazendo uso com eficiência do seu poderoso saque. Além de confirmar todos os seus serviços, o australiano ainda converteu um de dois break points para garantir a vantagem inicial de 6/4.

Já na segunda parcial, o clima esquentou na quadra em Miami, com Zverev chegando a quebrar um raquete e sendo advertido pelo juiz de cadeira. Do outro lado, o polêmico Kyrgios foi repreendido em certo momento pelo árbitro pela sua demora para sacar.

E foi justamente pela eficiência do saque dos dois tenistas, que não sofreram nenhuma quebra, que o jogo foi para o tie-break no segundo set. E naquele momento o alemão assustou pela tranquilidade com a qual administrou os momentos de pressão. Ele salvou nada menos do que três match points e depois ainda fechou o desempate em 10/8 com um lindo lob, para em seguida gesticular com a mão como se estivesse lembrando ao rival que estava vivo na luta pela vitória, agitando a torcida.

No terceiro set, porém, Kyrgios voltou a exibir a sua eficiência no saque ao confirmar todos os seus serviços sem oferecer chances de quebra. Pra completar, converteu um de dois break points para liquidar o duelo em 6/3.

Essa será a segunda vez que o australiano enfrentará Federer no circuito profissional, sendo que levou a melhor no único duelo travado com o suíço até hoje, no Masters 1000 de Madri de 2015, então em piso de saibro. Já em Indian Wells, na semana retrasada, ele chegou a vencer o sérvio Novak Djokovic de forma surpreendente e teria Federer pela frente, mas alegou uma indisposição horas antes do duelo e acabou eliminado por W.O. nas quartas de final.