Para amenizar maratona de jogos, Cruzeiro pede para pegar Patrocinense no sábado

Esportes

Para amenizar maratona de jogos, Cruzeiro pede para pegar Patrocinense no sábado

Depois de um mês de fevereiro tranquilo com apenas quatro jogos disputados, o Cruzeiro entrou em março preparado para uma sequência desgastante com partidas pelo Campeonato Mineiro e pela fase de grupos da Copa Libertadores. Até teve um refresco na semana passada com o adiamento do duelo contra o Deportivo Lara, da Venezuela, mas agora a maratona se intensificará com os confrontos decisivos pelo Estadual e a sequência da competição continental.

Por isso, o clube, atendendo um pedido do técnico Mano Menezes, fez um pedido à Federação Mineira de Futebol (FMF) e foi atendido com a marcação do jogo contra a Patrocinense, pelas quartas de final, para este sábado, às 19 horas, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. O motivo é ter um dia a mais de preparação para encarar os venezuelanos na próxima quarta-feira, também em casa.

"A gente acha mais coerente o fato de termos um dia a mais para a quarta-feira que vem. Como é um jogo decisivo, de sábado para quarta a gente vai certamente rodar menos (o time). São jogos decisivos, importantíssimos. Então, vamos ganhar um dia a mais do que seria o normal, se fôssemos jogar no domingo. Por isso a nossa intenção era a de jogar no sábado. Como uma das equipes (de Belo Horizonte) sempre vai jogar no sábado e outra no domingo, achamos mais coerente que fosse a gente nesse momento, por isso fizemos a solicitação", explanou Mano Menezes.

"São jogos que vão elevar o nível da tensão. As recuperações tendem a ser um pouquinho mais lentas porque envolve um emocional mais forte. Então temos que tomar um cuidado. Estou tranquilo e confiante de que podemos fazer bons resultados nesses jogos que temos pela frente", enfatizou o treinador.

Caso conquiste uma vaga nas semifinais do Estadual, o Cruzeiro terá agenda cheia e viagens desgastantes pela frente - como uma para Guayaquil, no Equador, para encarar o Emelec pela Libertadores. Jogará de forma consecutiva nos meios e nos finais de semana pelo menos até o final de abril, quando começará o Campeonato Brasileiro.

Para este sábado, o volante argentino Ariel Cabral pede concentração para que o Cruzeiro não seja surpreendido em seus domínios. "Vamos procurar entrar concentrados no sábado, como foi na quarta-feira (contra a Caldense). Defender bem e atacar bastante para continuar avançando. A gente tem de ir passo a passo. Temos de entrar com a cabeça no lugar, concentrados", disse.

O Cruzeiro não terá o volante Henrique, que tomou o terceiro cartão amarelo diante da Caldense. Mano Menezes não revelou quem irá substituir o capitão, mas segundo Ariel Cabral, o setor tem peças de sobra para o treinador fazer uma boa escolha.

"Vamos ter a ausência do capitão, mas temos jogadores para entrar em campo e fazer o que o Mano quer. Está todo mundo à disposição do Mano, todo mundo de qualidade. Ele não terá problema para escolher jogador. Estamos trabalhando, procurando estar focado sempre. Quando o Mano decidiu por mim, dei a resposta. A gente treina, se dedica, parar, quando entrar, fazer as coisas bem feitas", concluiu.