Capixabão: Rio Branco VN vence Vilavelhense e cola na liderança

Esportes

Capixabão: Rio Branco VN vence Vilavelhense e cola na liderança

Brancão polenteiro consegue triunfo por 3 a 1, mantém os 100% de aproveitamento e já chega a vice-liderança do campeonato

Foto: Cid Fernandes/Rio Branco VN

Em muitos campeonatos pelo Brasil, os campeonatos estaduais de 2020 só foram terminar neste ano de 2021 por conta da pandemia do novo coronavírus. Este não foi o caso do ES, que conseguiu terminar o Capixabão em dezembro do ano passado. No entanto, o atual campeão Rio Branco de Venda Nova dá a impressão de que a temporada continua a mesma e segue no ritmo que terminou última temporada.

Jogando no Estádio Kléber Andrade, o Brancão polenteiro fez mais uma vítima no Campeonato Capixaba, desta vez quem sofreu foi o Vilavelhense. O placar da partida foi 3 a 1 para os atuais campeões, que com o resultado mantiveram os 100% de aproveitamento na competição e agora já ocupam a vice-liderança do campeonato, atrás apenas do Vitória no saldo de gols (5 a 4).

O nome do jogo foi o atacante Marcudinho, autor dos dois gols da partida que foram fundamentais para o triunfo da equipe de Venda Nova. O primeiro saiu quando curiosamente o Vila chegava com mais perigo e ameaçava o atual campeão. Aos 31 minutos ele recebeu de Arthur Faria, invadiu a área e bateu na saída do goleiro.

Com o primeiro tento, o Brancão passou a dominar a partida. E nove minutos depois, viriam ampliar o marcador novamente com Marcudinho. Após cruzamento e ajeitada de Gustavo Tonoli para trás, ele só teve o trabalho de escorar para o gol e aumentar a vantagem.

No segundo tempo, o Vila promoveu alterações com o intuito de crescer novamente na partida e buscar o empate. No entanto, o atual campeão foi cirúrgico para chegar ao terceiro gol logo no início da etapa final. Aos nove minutos, Neto cobrou o escanteio e o zagueiro Wesley subiu para marcar de cabeça.

Já no fim da partida, aos 37 minutos, Madison fez boa jogada, driblou Leomir e a bola bateu na mão do lateral do Rio Branco dentro da grande área. O árbitro assinalou o pênalti, que o capitão Waldir Roque cobrou bem para diminuir o marcador no Klébão. Na sequência, o Brancão polenteiro ainda teve mais uma chance com Alexandre, mas a bola bateu na trave, correu sobre a linha e incrivelmente não entrou. No fim o placar se manteve o mesmo.