Cariocão 2021: Flamengo domina, vence o Botafogo e assume a liderança do campeonato

Esportes

Cariocão 2021: Flamengo domina, vence o Botafogo e assume a liderança do campeonato

Com os gols do artilheiro Rodrigo Muniz e de Hugo Moura, rubro-negro leva a melhor no clássico desta quarta-feira

Vitor Simões

Redação Folha Vitória
Foto: Marcelo Cortes/ Flamengo

Embora já tenha promovido a volta de alguns dos jogadores do time que foi campeão brasileiro, o Flamengo segue contando com uma grande contribuição dos garotos do Ninho para manter o bom momento no Cariocão 2021.  No clássico contra o Botafogo desta quarta-feira (24), novamente os jovens da base foram decisivos para a vitória por 2 a 0. 

O resultado levou o time de Maurício Souza a assumir a liderança do estadual pela primeira vez na atual edição. O artilheiro Rodrigo Muniz e o volante Hugo Moura marcaram para o rubro-negro no Engenhão.

Com quatro vitórias e uma derrota, o rubro-negro chegou aos 12 pontos e desbancou o Volta Redonda da ponta. O Botafogo, por sua vez, estacionou nos seis pontos, no 7º lugar - somente os quatro primeiros colocados avançam às semifinais do turno.

O JOGO

Sob os olhares do técnico Rogério Ceni, o time B flamenguista mostrou serviço desde o início da partida.  Com propostas de jogo distintas, o Flamengo dominava a posse de bola enquanto o Botafogo marcava forte e tentava encontrar um contra-ataque para oferecer perigo ao adversário. 

Logo aos nove minutos, no entanto, o atacante Pedro sentiu um incômodo na virilha e teve que sair de campo, dando lugar a Rodrigo Muniz.

O rubro-negro seguia tentando as investidas pelos lados do campo, principalmente com Michael do lado esquerdo, mas acabava sempre pecando no acabamento. A primeira boa jogada criada da partida aconteceu após o bom lançamento de Bruno Viana, Matheuzinho apareceu nas costas da defesa e cruzou para Muniz. O atacante, no entanto, finalizou por cima do gol.

Porém, não demorou muito para o centroavante demonstrar que não é o artilheiro do Cariocão à toa. Em uma puxada de contra-ataque, Vitinho tentou um passe que acabou dando errado, mas a bola espirrou e acabou encontrando Michael. De cabeça o camisa 19 encontrou Rodrigo Muniz, que ganhou no corpo de Marcelo Benevenuto e bateu na saída do goleiro. Foi o quinto gol dele no estadual, agora é o artilheiro isolado.

"Estou trabalhando muito em busca de uma oportunidade e graças a Deus a bola está chegando e tenho conseguido ajudar a equipe marcando os gols", vibrou Muniz.

Pouco depois o Flamengo quase chegou ao segundo gol. Michael balançou na frente da marcação e, quando encontrou espaço finalizou cruzado para a boa defesa de Douglas Borges. Por outro lado, o Glorioso seguia sem conseguir ameaçar o gol rubro-negro e nem as saídas em velocidade estavam funcionando.

"Vamos ter que manter a cabeça no lugar, sabemos que o adversário é muito qualificado, mas temos que acertar o que está dando de errado na estratégia do time para no segundo tempo conseguirmos a virada", afirmou Matheus Frizzo na saída para o intervalo.

Ainda na primeira etapa, o Flamengo voltou a ameaçar com Michael. O atacante recebeu de Hugo Moura na esquerda, dominou já ajeitando e chutou rasteiro para mais uma boa intervenção do goleiro botafoguense.

No segundo tempo, entretanto, a única mudança que aconteceu nas equipes foram os lados. O rubro-negro seguia dominante e acuando o alvinegro, e logo com um minuto de jogo João Gomes chutou uma bola no travessão. Na sequência, novamente o volante voltou a assustar, dessa vez teve liberdade para dominar na entrada da área, após corta-luz de Vitinho, e bateu firme para a boa defesa de Douglas Borges.

Com a partida sob controle, a equipe comandada por Maurício Souza mais uma vez chegou fácil e quase marcou um golaço coletivo. Na direita, Michael fez o breque, entregou para Vitinho, que serviu Muniz, que passou de primeira para João Gomes. O volante, já dentro da área, bateu de primeira, e Douglas Borges pegou mais uma.

Já que o time de Marcelo Chamusca não conseguia com a bola no chão, a saída foi a bola aérea e foi dessa maneira que o Botafogo conseguiu sua melhor chance na partida. Na falta cobrada para dentro da área, a defesa do Fla não afastou, e Babi chutou para a grande defesa de Hugo, no reflexo. Na sequência, Kayque chegou para empurrar para o fundo das redes, mas Renê se jogou no carrinho antes dele e mandou para escanteio.

Quando a partida parecia que ganharia um novo ânimo, no entanto, veio a polêmica. Babi dominou no peito dentro da área e caiu depois da dividida. Jogadores do Botafogo ficaram pedindo a penalidade, mas árbitro mandou o jogo seguir. No decorrer da jogada, Léo Pereira lançou Muniz, que ganhou de Kanu na corrida e teve a camisa puxada. Árbitro não pensou duas vezes e mostrou o segundo amarelo para o zagueiro e deixou o alvinegro em desvantagem numérica.

Com um jogador a mais, o rubro-negro voltou a ficar a vontade na partida, e ameaçou mais uma vez. Hugo Moura recebeu na entrada da área e finalizou colocado, mas Douglas Borges não deu rebote. Mas, minutos depois, o volante teve mais uma oportunidade e dessa vez foi letal. Na cobrança de falta ensaiada, Matheuzinho cruzou, a zaga alvinegra afastou mal e encontrou o camisa 17, que soltou a bomba de canhota fazendo um belo gol para definir a partida.