• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Brasileiro: Chapecoense e Coritiba estreiam com empate fraco

Esportes

Brasileiro: Chapecoense e Coritiba estreiam com empate fraco

São Paulo - A corrida pelo posto de pior jogo do Brasileirão/2014 já tem um favorito e não foram necessários mais do que três partidas da competição. Na estreia da Chapecoense na primeira divisão, o time de Chapecó não criou nada contra um time sem sal do Coritiba, montado por Celso Roth, e o empate em 0 a 0 foi reflexo claro do que se viu nesta noite em Chapecó. De relevante, apenas a bonita festa da torcida catarinense.

Com os dois times mais interessados em marcar e a bola rolando principalmente entre defensores, os lances de perigo podem ser contados nos dedos (de uma mão só). Aos 5 minutos, o Roni do Coritiba (o Chapecoense também tem um Roni) arriscou de longe, fraco, e Danilo pegou fácil. O meia, depois, aos 21, chutaria à meia distância, muito por cima. Alex, machucado, não jogou.

Até os melhores momentos estavam mais para piores. Um exemplo: aos 32 minutos, Ednei cruzou e Vanderlei saiu de soco, todo atabalhoado. Sorte dele que a Chapecoense não pegou o rebote. Nos acréscimos, lance parecido do outro lado, com Danilo saindo mal.

Substituição para melhorar o jogo do lado da Chapecoense: Abuda, ex-Vasco, saindo para a entrada do volante marcador Willian Arão, ex-Corinthians. Sinal de que as coisas iam mal mesmo. Aos 4 minutos, um alento: chute de longe de Chico e Danilo teve que se esforçar para fazer uma defesa. Já era alguma coisa.

Teoricamente o melhor da Chapecoense, Régis só apareceu num chute aos 15. Vanderlei bateu roupa, mas pegou em dois tempos. Danilo, para não ficar atrás, depois faria o mesmo, em chute de Carlinhos. Nem tudo, porém, estava perdido. O Coritiba tinha um elemento surpresa no banco: Zé Love. O ex-santista, na chance que teve, recebeu livre na área, mas matou incrivelmente mal.

Ficha técnica

CHAPECOENSE 0 X 0 CORITIBA

CHAPECOENSE - Danilo; Ednei, Rafael Lima, André Paulino e Rodrigo Biro; Wanderson, Abuda (Willian Arão), Ricardo Conceição e Régis (Tiago Luis); Roni (Fabinho Alves) e Bergson. Técnico - Renan Dal Pozzo

CORITIBA - Vanderlei; Victor Ferraz (Moacir), Luccas Claro, Leandro Almeida e Carlinhos; Baraka, Chico, Gil, Robinho e Roni (Zé Eduardo); Julio Cesar. Técnico - Celso Roth.

ÁRBITRO - Rodrigo Nunes de Sá (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Carlinhos.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).