• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Novo chefe da Ferrari pensou que convite era 'piada'

Esportes

Novo chefe da Ferrari pensou que convite era 'piada'

Xangai - A Ferrari anunciou no início dessa semana a saída de Stefano Domenicali, que renunciou ao cargo de chefe da equipe na Fórmula 1 depois de seis anos após um início ruim na temporada 2014. Para seu lugar foi contratado Marco Mattiacci, diretor-executivo da Ferrari para a América do Norte. A indicação surpreendeu até o próprio Mattiacci, que chegou a achar que o convite era uma piada.

"Eu recebi uma ligação às 5h58 na sexta-feira de manhã do presidente (Luca di) Montezemolo. Ele me disse sua ideia e eu disse a ele que o dia 1.º de abril (dia da mentira) já havia passado há 15 dias. Então, depois dos primeiros dois ou três minutos de conversa, percebi que era sério e já havia uma passagem para mim para ir de Nova York a Milão em três horas", lembrou.

O convite a Mattiacci surpreendeu principalmente pelo fato de o italiano ser alguém de fora do atual mundo da Fórmula 1. Ele sequer trabalhava com provas de automobilismo, já que era apenas um diretor da marca. Até por isso, o novo chefe da equipe sabe que precisará provar seu valor, mas garantiu estar motivado para isso.

"É muito motivador para mim. E o fato é que eu preciso provar que estou no nível da Ferrari, primeiro, e no nível da Fórmula 1. Então, vocês tem diante de si uma pessoa extremamente motivada. Venho com muita humildade para entender e trabalhar duro. É esse meu compromisso com a equipe, com os pilotos que são os melhores do mundo", prometeu.

Mattiacci ainda revelou que para acelerar seu processo de adaptação à equipe, ele sentou para conversar com seu antecessor Domenicali. "Stefano é uma pessoa pela qual eu tenho o maior respeito, primeiro como ser humano, segundo como profissional. Então, era natural que nós discutíssemos a tarefa."