Novos estádios dão esperança de dias melhores para o futebol capixaba

Esportes

Novos estádios dão esperança de dias melhores para o futebol capixaba

Há muitos anos o futebol capixaba vive no ostracismo, mas uma nova esperança para erguer o esporte local são a reforma, ampliação e modernização de dois estádios tradicionais no Estado: o Kleber Andrade e a Arena Unimed Sicoob (antigo Engenheiro Araripe).

Se ainda os novos centros esportivos não são vistos como a salvação do futebol capixaba, a estutura que o Estado ganhará com as novas praças tem animado profissionais diretamente envolvidos com o futebol.

A Arena Unimed Sicoob está se preparando para receber a seleção australiana, que treinará  no local visando a Copa do Mundo. O gramado foi totalmente trocado, e vestiários, refeitório e outras melhorias foram feitas na estrutura do estádio, como a instação de um novo placar eletrônico.

 

"Esse é o legado que a seleção australiana vai deixar para gente. Vão ser construídos ainda dois campos de treinamento, onde ficava o antigo tobogã. Essa etapa das obras deve ficar pronta até o dia 28 de maio", disse o gerente de futebol da Desportiva, Pedro Soares.

Pedro atua no futebol capixaba há 17 anos. Antes de trabalhar em clubes, foi dirigente da Federação Estadual de Futebol (FES). Para ele, somente com estádios o futebol não melhora. Mas o gerente do clube se diz animado com as novas praças esportivas.

"Não é isso que vai fazer o futebol capixaba forte de novo, mas é inegável que a esperança aumenta bastante com a Arena Unimed Sicoob e com o Kleber Andrade. Teremos estruturas boas, bons campos, locais que darão conforto ao torcedor. É o primeiro passo para  o futebol capixaba crescer de novo", opinou.

Kleber Andrade

Com uma área de 85 mil metros quadrados, o Kleber Andrade deve ser totalmente entregue somente em dezembro. Mas, até maio deste ano, o Governo do Estado promete entregar as obras necessárias para receber a seleção de Camarões, que vai treinar no local visando a Copa do Mundo.

O estádio terá capacidade para mais de 21 mil torcedores sentados e vai ser o maior e mais moderno estádio do Estado. Os investimentos chegam a R$ 150 milhões. O futebol  promete ser a principal modalidade do local, mas outros esportes devem ser contemplados.

Para quem é um dos principais atores do futebol, o jogador, os dois novos estádios podem contribuir bastante para o crescimento do futebol do Espírito Santo. É o que garante o jogador do Rio Branco Victor Juffo.

Ele tem apenas 21 anos, mas conhece bem estádios de qualidade já que já atuou pelos clubes Internacional-RS, São Paulo e Bahia. "A estutura que o futebol tem lá fora nem se compara com a que temos aqui no Estado. Lá é muito melhor. Mas, com esses dois novos estádios, acreditamos que as coisas começam a melhorar um pouco. Com gramado para fazermos bons jogos e com conforto para os torcedores. Mas não podemos pensar somente em estádios. É preciso investir na base e buscar parceiros e patrocínios para nosso futebol crescer", destacou Victor