Presidente do Botafogo assume erro após demitir técnico

Esportes

Presidente do Botafogo assume erro após demitir técnico

Rio - O presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, assumiu a responsabilidade pelo fracasso do time nos primeiros meses de 2014. Nesta sexta-feira, o dirigente definiu pela demissão do técnico Eduardo Hungaro em reunião com outros dirigentes, mas ao mesmo tempo fez questão de admitir seus erros na administração do time, eliminado na fase de classificação do Campeonato Carioca e na fase de grupos da Copa Libertadores.

"Quem errou fui eu, sou o presidente, o erro é meu. Não posso dizer que só o Hungaro errou. Erramos, várias pessoas. Várias questões foram colocadas na mesa para chegarmos à decisão. A responsabilidade é dividida, mas quem tem que assumir o erro sou eu, como presidente", disse, evitando jogar a responsabilidade em cima de Húngaro.

"São erros para discutirmos internamente. Temos que analisar com calma e entender que existe solução e volta por cima. Futebol dá essa possibilidade. Foi um somatório de situações, que não são culpa do treinador, que nos trouxeram a esse cenário", completou o dirigente.

Ainda sem ter o nome do novo técnico do Botafogo definido, Assumpção avisou que está em busca de um comandante com perfil vencedor. "Não é fácil responder quais as características. Procuramos um treinador vitorioso, é o que precisamos, para conseguir os resultados que queremos. No mercado, sem estar empregado, tem algumas opções, mas há tempo para resolver em definitivo", comentou.

O presidente do Botafogo avisou que pretende anunciar o novo técnico da equipe até a próxima terça-feira. "São dez dias até o início do Brasileiro, mas temos esse fim de semana ou terça no máximo para apresentar o nome para vocês. Se tivéssemos alcançado os resultados desejados, com time, comissão técnica, diretoria e torcida, o Hungaro seria mantido, é óbvio. Agora, precisamos de alguém que venha para vencer", afirmou.

Fora da Libertadores e do Campeonato Carioca, o Botafogo volta a entrar em campo apenas no dia 20 de abril, quando vai encarar o São Paulo, às 16 horas, no Morumbi, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.