Pressão da torcida do Flu sobre Fred preocupa Felipão

Esportes

Pressão da torcida do Flu sobre Fred preocupa Felipão

São Paulo - O técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, admitiu nesta segunda-feira à noite, durante a festa de premiação do Campeonato Paulista de 2014, no Espaço das Américas, em São Paulo, que a pressão que vem sendo exercida por parte dos torcedores do Fluminense sobre o atacante Fred o preocupa neste período final de preparação para a Copa do Mundo de 2014.

O jogador chegou a publicar um longo manifesto na semana passada, por meio de sua página no Facebook, no qual repudiou a ação de torcidas organizadas e criticou o fato de ter sido abordado de forma violenta e intimidatória após um treino da equipe carioca na semana retrasada.

Ao falar sobre a situação atual de Fred, Felipão disse nesta segunda que a incompreensão dos torcedores com o atleta é um fator preocupante, pois tem mexido com a cabeça do jogador, cujo temor pelo risco de perder a própria vida por causa da ação de torcedores foi admitido nesta semana, em entrevista para a TV Globo. O comandante da seleção, por sua vez, refuta o pensamento de muitos torcedores do Fluminense que acham que o artilheiro está se poupando no time para poder disputar a Copa do Mundo em condições físicas ideais.

"O Fred é um cara que em dezembro contratou um preparador físico particular e ficou 20 dias treinando de manhã e de tarde com esse cara. E não era para seleção, era para se apresentar em janeiro ao clube. Esses torcedores estão um pouquinho enganados ao achar que o Fred está se poupando, até porque já falei para os jogadores que quando eles se poupam é que acabam se machucando", ressaltou Felipão.

Dentro deste contexto, o treinador voltou a falar nesta semana passada com jogadores brasileiros da seleção que atuam na Europa sobre a importância de manter o ritmo forte de jogo e não tirar o pé nesta reta final antes da Copa.

Neymar e Paulinho, que têm sendo criticados respectivas imprensas espanhola e inglesa por suas atuações abaixo do esperado com as camisas de Barcelona e Tottenham, estiveram com Felipão recentemente e nesta segunda-feira foram defendidos pelo comandante. "Não me preocupa nenhum pouco (as críticas) porque na minha visão eles estão jogando bem. Eles continuam sendo expoentes no meu time. Na verdade quem critica são os jornalistas europeus, para quem eles não são importantes para a seleção deles", enfatizou.

Para completar, Felipão disse novamente que a luta por vagas no grupo de 23 nomes que serão convocados para a Copa do Mundo segue aberta, negando que já esteja com o grupo totalmente fechado para a competição. E ele admitiu que a cada dia que passa fica mais "ansioso" para que 7 de maio, data em que anunciará a lista de jogadores que irão ao Mundial, chegue logo.