Após cruzamento, Guardiola afirma: 'O Barcelona é minha casa'

Esportes

Após cruzamento, Guardiola afirma: 'O Barcelona é minha casa'

Redação Folha Vitória

Munique - Após o sorteio realizado na manhã desta sexta-feira que definiu os confrontos das semifinais da Liga dos Campeões, Pep Guardiola, técnico do Bayern de Munique, admitiu que vê a partida contra o Barcelona como 'especial'. No clube catalão, ele marcou era tanto no posto de jogador como no de treinador.

"Naturalmente, é especial. É o Barcelona, é minha casa. Não posso dizer mais nada. Estou aqui porque uma vez estive no Barcelona", afirmou. Ele também confessou que ficou na expectativa de enfrentar o ex-clube antes de o sorteio ser realizado: "O Barça era apenas uma possibilidade das três, mas é especial para muitos de nós, como Thiago (Alcântara), o staff... É uma vida em Barcelona", disse Guardiola, lembrando os ex-membros do clube catalão que trouxe para trabalhar na Alemanha.

Jogador do time catalão no período entre 1990 a 2001, fez história no clube, faturando a inédita Liga dos Campeões em 1992, e ainda é lembrado como um dos melhores meio-campistas da seleção da Espanha naquela década. Em 2008, ele assumiu o time principal do Barça e, como se não bastasse, comandou a equipe que encantou o mundo e faturou três campeonatos nacionais, duas Ligas dos Campeões e dois Mundiais. Se despediu em 2012 como ídolo e ganhou homenagens do clube.

Porém, hoje, a cabeça de Guardiola está no Bayern de Munique e ele tem de encarar o Barcelona como adversário: "São uma grande equipe, assim como nós. Temos de provar e analisar o que podemos fazer em cada jogo. Se está nas semifinais, joga contra grandes times. Naturalmente que o Barcelona é um dos melhores, mas, no final, é só um jogo de futebol", comentou. Ele ainda alertou para o mau desempenho dos bávaros no último jogo fora de casa, contra o Porto, quando foi derrotado por 3 a 1. "Se cometermos os mesmos erros que nos primeiros oito minutos no Porto, seremos eliminados."

Não é a primeira vez que o Bayern de Guardiola enfrentará o Barcelona. O único jogo, porém, foi em um clima mais amigável, em amistoso de pré-temporada em julho de 2013, realizado em Munique. Na ocasião, Guardiola saiu vencedor: 2 a 0 para os bávaros.

Agora, o treinador terá de pensar em uma forma de parar o fortíssimo ataque formado por Messi, Neymar e Luis Suárez, que, nas quartas de final, fizeram 5 a 1 no placar agregado contra o Paris Saint-Germain. Se, pela exigência, o Barcelona não era o adversário ideal, pelo menos a filha de Guardiola teve o que comemorar: "Ela está muito contente porque verá seus avós", brincou o técnico. O primeiro jogo está marcado para 6 de maio, no Camp Nou. A partida decisiva será em Munique, no dia 12.