• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chelsea segura empate por 0 a 0 com Arsenal e se aproxima do título Inglês

Esportes

Chelsea segura empate por 0 a 0 com Arsenal e se aproxima do título Inglês

Londres - Arsenal e Chelsea fizeram um jogo bastante movimentado, mas sem grandes chances de gol neste domingo, no Emirates Stadium, em Londres. Os donos da casa foram melhores na média dos 90 minutos, mas pouco criaram. Melhor para os comandados de José Mourinho, que seguraram o empate por 0 a 0 e precisam só de mais seis pontos para levantarem o troféu do Campeonato Inglês sem depender de nenhum outro resultado.

O Chelsea chegou aos 77 pontos em 33 partidas, dez à frente do próprio Arsenal, que caiu para terceiro, e do vice-líder Manchester City, que já atuou 34 vezes. Com apenas mais cinco partidas pela frente, o título parece ser questão de tempo para o time de Stamford Bridge.

Na quarta-feira, o Chelsea volta a campo para enfrentar o Leicester City fora de casa. Já o Arsenal dependia da vitória neste domingo para seguir sonhando com o título e deve se contentar com uma vaga na Liga dos Campeões. Domingo que vem, os londrinos duelam com o Hull City fora de casa.

O JOGO - O Arsenal começou melhor, com a posse de bola no campo adversário. Mas a primeira chance de fato foi do Chelsea. Aos 15 minutos, Oscar foi lançado e tocou por cobertura na saída de Ospina, mas Bellerin apareceu para tirar em cima da linha. No lance, o meia brasileiro levou uma cabeçada do goleiro no rosto e precisou ser atendido, após ficar visivelmente grogue. Ele permaneceu em campo durante o primeiro tempo, foi substituído no intervalo e encaminhado a um hospital para fazer exames.

Os brasileiros eram as principais armas do Chelsea e foram eles que criaram nova boa jogada aos 37 minutos. Willian fez linda jogada, arrancou e, cercado por quatro jogadores, deu passe perfeito para Ramires, que bateu fraco de primeira, em cima de Ospina.

Apesar de ter ficado mais com a posse, o Arsenal deixou o primeiro tempo com apenas uma grande chance, criada aos 43 minutos. Em boa jogada pela direita, Bellerin cruzou para Giroud, que foi travado. A sobra ficou com Özil, que puxou para a direita e bateu em cima de Courtois. A equipe também reclamou bastante de toque de mão de Cahill dentro da área, aos 33 minutos, que o árbitro nada marcou.

Para a etapa final, José Mourinho voltou com Drogba no lugar de Oscar e o marfinense foi responsável pelo primeiro bom momento do time, aos 20 minutos, quando bateu em cima de Ospina. A resposta veio aos 23. Mertesacker aproveitou sobra na entra da área, após falta da esquerda, mas pegou muito mal, jogando ótima chance para fora.

Os últimos minutos foram de pressão do Arsenal, que permanecia no campo de ataque. Arsène Wenger tentou levar o time à frente com as entradas de Welbeck e Walcott e o Chelsea ficou encurralado, mas o time da casa não conseguia criar oportunidades. Satisfeitos, os visitantes se fecharam e esperaram o tempo passar até o apito final.