Egídio é apresentado e Mattos diz que quer repetir dupla de sucesso no Palmeiras

Esportes

Egídio é apresentado e Mattos diz que quer repetir dupla de sucesso no Palmeiras

Redação Folha Vitória

São Paulo - O lateral-esquerdo Egídio foi 20º jogador contratado pelo Palmeiras nesta temporada, mas só deve estrear na Copa do Brasil, em data ainda a definir, ou no Campeonato Brasileiro, no dia 9 de maio, contra o Atlético-MG. O jogador de 28 anos assinou contrato de duas temporadas e volta a trabalhar com o diretor de futebol Alexandre Mattos, que espera repetir o sucesso dos tempos de Cruzeiro

"Egídio, fomos campeões juntos e você sabe como gosto de trabalhar. Sei também do seu profissionalismo e Deus quis que você retornasse rapidamente ao Brasil e aqui será sua nova casa onde seremos felizes como fomos no Cruzeiro", disse Mattos, lembrando que juntos foram bicampeões brasileiros.

Egídio foi no fim do ano passado para o Dnipro, da Ucrânia, onde ficou apenas três meses e retornou ao Brasil, após entrar na Justiça alegando falta de pagamento de salários. Por causa da burocracia para que seus documentos cheguem da Europa, dificilmente o Palmeiras vai conseguir inscrevê-lo no Campeonato Paulista, já que a data-limite para fazer isso é o dia 10 de abril. "A chance é mínima (de inscrever). Devo ficar para o Brasileiro mesmo", admitiu o jogador.

Antes do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras vai atuar pela Copa do Brasil, mas ainda sem data definida. O adversário sairá do confronto entre Sampaio Correa-MA e Estrela do Norte-ES, que se enfrentam nesta quarta-feira. Fisicamente, Egídio diz que está pronto para jogar.

"A partir de amanhã (quinta-feira) já treino com o grupo e já tenho muitos jogadores. Estou preparado para jogar, pois estava jogando normalmente na Ucrânia. Não vou ter dificuldades e espero dar continuidade ao meu bom futebol, tanto que fui eleito o melhor lateral-esquerdo do Brasileiro do ano passado", lembrou.

Egídio começou a carreira no Flamengo. Teve passagens por Paraná, Juventude, Figueirense, Vitória, Ceará, Goiás, Cruzeiro e Dnipro. Ele chega para disputar posição com Zé Roberto, Victor Luis e João Paulo, quando esse último se recuperar de uma entorse no tornozelo direito.