Fora de casa, Juventus bate a Fiorentina e avança à final da Copa da Itália

Esportes

Fora de casa, Juventus bate a Fiorentina e avança à final da Copa da Itália

Redação Folha Vitória

Florença, Itália - A Juventus segue na luta para conquistar todos os campeonatos que disputa nesta temporada. No Campeonato Italiano, lidera com 14 pontos de vantagem para a Roma e está perto do tetra. Na Liga dos Campeões da Europa, está nas quartas de final e enfrenta o Monaco nos próximos dois meios de semana. Nesta terça-feira, o time entrou em campo pela semifinal da Copa da Itália e conseguiu a classificação à decisão mesmo jogando fora de casa.

Mesmo em desvantagem por ter perdido por 2 a 1 em Turim, no mês passado, a Juventus se superou e derrotou a Fiorentina por 3 a 0, no estádio Artemio Francchi, em Florença, para avançar à mais uma final da competição. Está será a 15.ª de sua história, só atrás da Roma, que já jogou 17. Na relação de títulos, as equipes de Turim e da capital possuem 9 cada e, assim, a Juventus tenta se isolar neste quesito.

Na decisão, que acontecerá no dia 7 de junho, provavelmente no estádio Olímpico, em Roma, a Juventus tentará acabar com o jejum de 20 anos sem um título da Copa da Itália contra o vencedor do duelo entre Napoli e Lazio. Nesta quarta-feira, as equipes se enfrentam no estádio San Paolo, em Nápoles, e o time da casa leva vantagem por ter empatado na ida, na capital, por 1 a 1.

Em campo, a Juventus teve alguns desfalques - o mais importante deles o atacante argentino Carlitos Tevez, artilheiro do Campeonato Italiano -, mas não perdeu força. Sabendo que nem a vitória por 1 a 0 interessava, a equipe foi para o ataque e não deixou a Fiorentina jogar. Resultado disso foi que o time de Turim foi para o intervalo já com o placar que precisava - 2 a 0, com gols de Matri, aos 21, e de Pereyra, aos 44 minutos.

Na segunda etapa, como era esperado, a Fiorentina se lançou ao ataque para buscar o gol que levaria a partida para a prorrogação e deu muitos espaços. Contra um rival organizado e bem postado taticamente pelo técnico Maximiliano Allegri, o time de Florença foi castigado com mais um gol - de Bonucci, aos 14 minutos -, que acabou com qualquer esperança de voltar à decisão da Copa da Itália, perdida para o Napoli na temporada passada.