Gabriel 'ganha' nova posição após clássico pelo Palmeiras

Esportes

Gabriel 'ganha' nova posição após clássico pelo Palmeiras

Redação Folha Vitória

São Paulo - Uma das principais novidades do treinamento do Palmeiras realizado na manhã desta quinta-feira na Academia de Futebol foi a presença do volante Gabriel improvisado na lateral-direita, como aconteceu em parte do clássico com o Corinthians, na semifinal do Campeonato Paulista. O jogador disse que acabou sendo surpreendido com a decisão do treinador, mas garante que está preparado caso seja utilizado por este setor na decisão do Estadual contra o Santos, domingo, no Allianz Parque.

"Ele fez algumas mudanças, mas ainda não sabemos quem vai jogar. A minha posição ele mudou um pouco porque fiz a lateral direita no segundo tempo do clássico. O Oswaldo ainda não definiu quem vai jogar, mas vamos entrar 100%", disse o volante, que fez um bom treino nesta quinta-feira.

Jogadores atuarem em mais de uma posição parece ter se tornado comum no Palmeiras. Por isso, Gabriel sabe que para se manter na equipe, a versatilidade pode ser fundamental, já que ele tem atuado com Arouca como volante, mas caso Cleiton Xavier e Valdivia se tornem titulares absolutos, dificilmente Robinho vai deixar o time. Assim, resta tentar achar espaço em outra parte do gramado.

"Minha posição é de volante. Se precisar, vou ajudar. Não sou egoísta o suficiente para falar que vou jogar em uma posição só. Sou um jogador que está aqui para ajudar da melhor maneira possível", completou.

Em relação à decisão, a ordem no clube é não deixar a classificação contra o Corinthians ser motivo de euforia. Por isso, Oswaldo de Oliveira trabalha bastante o fator psicológico. "Estamos vivendo uma boa semana. É uma decisão, final de campeonato, e todo mundo fica mais atento. Lógico que a gente precisa estar bem fisicamente, mas em uma final, conta muito o psicológico e estou ansioso para a decisão", admitiu Gabriel.

O elenco do Palmeiras volta aos treinamentos nesta sexta-feira pela manhã, em atividade que será fechada, sem a presença da imprensa. Em seguida, o técnico Oswaldo de Oliveira vai conceder a última entrevista coletiva antes do primeiro jogo da decisão contra o Santos.