Ginóbili não vai ao Pré-Olímpico e anuncia aposentadoria da seleção argentina

Esportes

Ginóbili não vai ao Pré-Olímpico e anuncia aposentadoria da seleção argentina

Redação Folha Vitória

Buenos Aires - Um dos maiores jogadores argentinos de basquete de todos os tempos está aposentado da seleção, pelo menos até segunda ordem. Nesta terça-feira, em entrevista publicada pelo jornal La Nación, Manu Ginóbilli anunciou que não vai disputar o Torneio Pré-Olímpico, no México. Ele disse não ter mais a seleção como prioridade num momento da carreira em que as dores são constantes.

"Quando não fui ao Mundial do ano passado, disse que não queria terminar assim meu vínculo com a seleção. Na minha cabeça, já havia dado por encerrado esse capítulo. Não pude jogar o Mundial, lamentei, mas depois disse aquilo de 98% (de chances de se aposentar), que suponho que deixou muita gente com esperança. Mas dentro de mim já estava aposentado", explicou.

O armador argentino de 37 não fechou totalmente as portas para a seleção argentina, mas deixou claro que não pretende mais jogar pela equipe. "Me encantaria manter vivo esse sonho de jogar a Olimpíada, mas a realidade é que não há a mínima chance, porque já não aguento. A cada dia, para cada partida, tenho que fazer muitas coisas para chegar à quadra, me dói tudo. O basquete já não é a primeira coisa na minha lista de prioridades."

De acordo com Ginóbilli, ele quer usar o tempo de férias da NBA para descansar, o que seria impossível jogando pela Argentina. "Não quero ir por piedade ou para sofrer. Seleção é para se divertir e hoje sou incapaz de fazer isso." Nesta temporada, ele participou de 65 partidas da temporada regular da NBA pelo Spurs, com média de 22,9 minutos em quadra.