Novo presidente da Federação de Futebol do Espírito Santo toma posse segunda-feira

Esportes

Novo presidente da Federação de Futebol do Espírito Santo toma posse segunda-feira

Gustavo Vieira, que atuava como Diretor Executivo da FES, inicia um mandato de quatro anos e sucede Marcus Vicente, que assumiu a vice-presidência da CBF

Gustavo assume o cargo nesta segunda Foto: Divulgação

O administrador Gustavo Vieira toma posse como presidente da Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo (FES) na próxima segunda-feira (27). A cerimônia de transferência de cargo, restrita para ligas e clubes filiados, será realizada no Hotel Golden Tulip, em Vitória. Gustavo inicia um mandato de quatro anos e sucede Marcus Vicente, que assumiu no último dia 16 de abril a vice-presidência da CBF.

O novo presidente tem em seu currículo experiência acadêmica e profissional na área esportiva. É administrador de empresas, pós- graduado em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas e em Gerenciamento de Projetos pelo IBMEC. Possui o mestrado FIFA Master - o mais renomado em gestão esportiva do mundo,  realizado nas universidades europeias de Leicester - Inglaterra, SDA Bocconi - Itália e Neuchatel - Suíça.  

Além disso, trabalhou no Departamento de Competições e de Transferência Internacional de jogadores na Federação Argentina de Futebol (AFA); na Confederação Brasileira de Voleibol, onde foi responsável pela implementação do sistema de gestão da qualidade e certificação ISO 9001.2000; e foi Secretário Executivo da Confederação Sul Americana de Voleibol.

Gustavo Vieira iniciou suas atividades na FES em 2008, quando foi Vice Presidente de Relações Institucionais e Marketing, e entre 2009 e 2015 atuou como Diretor Executivo. Ele tem 40 anos, é casado e pai de um filho.

Atuação na FES

No período que esteve à frente da diretoria executiva da Federação de Futebol, Vieira foi o gestor de projetos como a operação COPA 2014 - quando o estado recebeu as Delegações de Austrália e Camarões e foi responsável pela elaboração e execução dos projetos de Lei de Incentivo Fiscal via Ministério do Esporte, o que levou a federação capixaba ao posto de única no Brasil a ter um projeto aprovado pelo Ministério.

Ainda na gestão de Marcus Vicente, ele coordenou os períodos de treinamento da Seleção Brasileira SUB 20 no Estado nos anos 2013 e 2014, e neste ano da Seleção Olímpica, incluindo a partida internacional contra a seleção Paraguaia.

Neste período que esteve na diretoria executiva, geriu as edições da Copa Nacional Sub 17, de 2008 a 2014, uma das principais competições do calendário nacional da categoria.