Sevilla, Napoli, Fiorentina e Dnipro avançam às semifinais da Liga Europa

Esportes

Sevilla, Napoli, Fiorentina e Dnipro avançam às semifinais da Liga Europa

Redação Folha Vitória

Londres - A Liga Europa, a segunda competição de clubes mais importante do continente, conheceu nesta quinta-feira os seus quatro semifinalistas. Depois de vencerem na ida, Sevilla e Napoli avançaram com empates nesta rodada de volta. Já Fiorentina e Dnipro, da Ucrânia, ganharam seus jogos depois de terem ficado igualdade nas suas primeiras partidas do duelo. O sorteio para a definição dos confrontos será nesta sexta, a partir das 8 horas (de Brasília), na sede da Uefa, em Nyon, na Suíça.

No jogo mais emocionante da rodada, o Sevilla, atual campeão, se superou para conseguir o empate com o Zenit St.Petersburg por 2 a 2, na Rússia. Na ida, na Espanha, havia vencido por 2 a 1. Nesta quinta-feira, saiu na frente com o gol do colombiano Bacca, logo aos 6 minutos, em cobrança de pênalti, mas sofreu a virada com os gols de Rondon e do brasileiro Hulk já na segunda etapa.

Com o resultado, o duelo se encaminhava para a prorrogação, mas o Sevilla conseguiu o gol salvador com Gameiro, aos 40 minutos, e não deu mais chances de reação ao time russo, que nesta altura do jogo precisava de dois gols para se classificar.

Em Nápoles, na Itália, o Napoli entrou em campo tranquilo por ter goleado o Wolfsburg por 4 a 1 na ida, na Alemanha. No primeiro tempo, sofreu pressão dos alemães e se segurou na defesa. Depois do intervalo, foi ao ataque e com duas assistências perfeitas do argentino Gonzalo Higuaín, abriu 2 a 0 com os gols de Callejón e Mertens. Relaxado, tomou o empate com gols em sequência de Klose e Pericic, mas fez a festa com a primeira classificação à uma semifinal europeia depois de 26 anos.

Também em solo italiano, no estádio Artemio Francchi, em Florença, a Fiorentina avançou ao bater o Dínamo de Kiev por 2 a 0, depois do empate por 1 a 1 na Ucrânia. A vitória em casa veio com um gol na parte final de cada tempo. No primeiro, aos 43, o alemão Mario Gomez marcou. No segundo, já aos 47, o peruano Juan Vargas fez o seu.

Por fim, na Ucrânia, o Dnipro conseguiu a classificação com muita dificuldade. Na ida, na Bélgica, havia empatado sem gols com o Brugge. Nesta quinta-feira, em Kiev, obteve a vaga na semifinal graças ao gol de Yevhen Shakhov, aos 37 minutos do segundo tempo.