Atletismo e natação do Brasil têm 27 classificados para Mundiais Paralímpicos

Esportes

Atletismo e natação do Brasil têm 27 classificados para Mundiais Paralímpicos

Redação Folha Vitória

São Paulo - Após três dias de disputa contra seus próprios limites no Open Internacional Loterias Caixa, no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, 27 atletas brasileiros - 14 no atletismo e 13 na natação - garantiram vaga nos Mundiais das respectivas modalidades ao atingirem o índice A, estabelecido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

"Fazemos um balanço bastante positivo, o resultado ratifica a assertividade da nossa estratégia. Os índices aumentaram bastante e, mesmo com os índices altos, mais da metade dos atletas que vão compor as delegações já conseguiram suas marcas", exalta o presidente do Comitê, Mizael Conrado.

Apesar de a entidade ter estabelecido 25 vagas para cada modalidade, o dirigente explica que todos os atletas que atingirem a meta máxima terão a oportunidade de participar das principais competições paralímpicas do ano. O Mundial de Atletismo será disputado entre 14 e 23 de julho, em Londres, e o Mundial de Natação ocorrerá de 30 de setembro a 6 de outubro, na Cidade do México.

Na sexta-feira, algumas provas de atletismo foram afetadas por falha no cronômetro. Com aval dos atletas e das comissões técnicas, as baterias dos 800 metros e dos 100 metros foram disputadas novamente na manhã deste domingo. "Prejuízo sempre traz, mas encontramos uma solução e os atletas repetiram a prova hoje, inclusive com algumas marcas importantes. É, sem dúvida, um problema, mas a solução foi satisfatória", justifica Mizael.

O único atleta a atingir o índice neste domingo foi Gabriel Souza. O nadador de 22 anos cravou 27s06 nos 50 metros livre, da classe S8, no Open, e terá a chance de competir o Mundial pela primeira vez na carreira. Ele superou com folga os 28s89 no cronômetro, tempo mínimo exigido para os atletas que vão ao México.