Após derrota, Erick Silva recebe suspensão mínima de dois meses

Esportes

Após derrota, Erick Silva recebe suspensão mínima de dois meses

Erick Silva após a luta contra Matt Brown Foto: Divulgação

Nocauteado no terceiro round da luta principal do "UFC: Brown x Silva", Erick Silva foi suspenso pela Comissão Atlética de Ohio por no mínimo 60 dias e precisará da liberação de um médico após sofrer lesão na mandíbula no combate contra Matt Brown. O americano também ficará de molho, mas por menos tempo a princípio: mínimo de 45 dias, além da liberação de um médico por conta de contusão no cotovelo direito. Além de Erick, outro brasileiro a ser suspenso foi Johnny Eduardo, por um motivo no mínimo inusitado. Na vitória por nocaute no primeiro round sobre Eddie Wineland, o lutador da Nova União arremessou seu protetor bucal para a torcida, o que foi considerado conduta antidesportiva para a comissão, que deu 30 dias e gancho ao peso-galo.

Entre os suspensos, o único lutador que pegou tempo indeterminado, sem prazo mínimo, foi Manny Gamburyan, que precisará ir em um oftalmologista para receber a liberação pela lesão causada por Nik Lentz em seu olho direito. Rafael Sapo e Yan Cabral, os outros brasileiros do card, não pegaram suspensão.

As bolsas pagas aos lutadores também foram divulgadas. A maior delas foi para Matt Brown que, com o triunfo, faturou US$ 82 mil (cerca de R$ 182 mil). Derrotado, Erick Silva ficou com US$ 22 mil (cerca de R$ 49 mil). O brasileiro mais bem pago foi Rafael Sapo, com US$ 26 mil (cerca de R$ 58 mil).

Confira as suspensões do UFC: Brown x Silva

Matt Brown: Suspenso por no mínimo 45 dias e precisa da liberação de um médico para voltar a lutar após lesionar o cotovelo direito

Erick Silva: Suspenso por no mínimo 60 dias e precisa da liberação de um médico após lesionar a mandíbula

Lorenz Larkin: Suspenso por 60 dias

Erik Koch: Suspenso por 30 dias

Ruan Potts: Suspenso por 60 dias

Ed Herman: Suspenso por no mínimo 30 dias e precisa da liberação de um médico após lesionar a mão direita

Eddie Wineland: Suspenso por no mínimo 60 dias após perder por nocaute técnico e levar pontos na boca. Também precisa da liberação de um médico por suspeita de ter quebrado a mandíbula.

Johnny Eduardo: Suspenso por 30 dias por arremessar o protetor bucal na torcida.

Manny Gamburyan: Suspenso por tempo indeterminado e precisa de liberação de um oftalmologista após lesionar o olho direito.

Ben Wall: Suspenso por 60 dias

Anthony Lapsley: Suspenso por 60 dias

Confira as bolsas do UFC: Brown x Silva

Matt Brown: US$82,000 (incluindo US$41.000 de bônus pela vitória)

Erick Silva: US$22,000

Constantinos Philippou: US$46,000 (incluindo US$23.000 de bônus pela vitória)

Lorenz Larkin: US$28,000

Daron Cruickshank:: US$24,000 (incluindo US$12.000 de bônus pela vitória)

Erik Koch: US$18,000

Neil Magny: US$20,000 (incluindo US$10.000 de bônus pela vitória)

Tim Means: US$10,000

Soa Palelei: US$32,000 (incluindo US$16.000 de bônus pela vitória)

Ruan Potts: US$10,000

Chris Cariaso: US$42,000 (incluindo US$21.000 de bônus pela vitória)

Louis Smolka: US$10,000

Ed Herman: US$80,000 (incluindo US$40.000 de bônus pela vitória)

Rafael Natal: US$26,000

Kyoji Horiguchi: US$20,000 (incluindo US$10.000 de bônus pela vitória)

Darrell Montague: US$8,000

Zak Cummings: US$16,000 (incluindo US$8.000 de bônus pela vitória)

Yan Cabral: US$10,000

Johnny Eduardo: US$16,000 (incluindo US$8.000 de bônus pela vitória)

Eddie Wineland: US$21,000

Justin Salas: US$24,000 (incluindo US$12.000 de bônus pela vitória)

Ben Wall: US$8,000

Nik Lentz: US$58,000 (incluindo US$29.000 de bônus pela vitória)

Manny Gamburyan: US$25,000

Albert Tumenov: US$16,000 (incluindo US$8.000 de bônus pela vitória)

Anthony Lapsley: US$8,000