Gabriel Pitta vence André Cury no Circuito Nacional Open de Tênis Sênior em Vitória

Esportes

Gabriel Pitta vence André Cury no Circuito Nacional Open de Tênis Sênior em Vitória

Quadra do Álvares Cabral no Circuito de Tênis Foto: Everton Nunes

Semifinalista do Torneio Sênior disputado em Sorocaba, São Paulo, o paulista Gabriel Pitta confirmou a boa fase e venceu, em partida acirrada, no Circuito Nacional Open Sênior de Tênis que acontece nas quadras do Clube Álvares Cabral, em Vitória. Em uma verdadeira batalha emocionante, ele derrotou o também paulista André Cury, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/2. 

"Aqui não tem jogo fácil. Está fazendo muito calor e o André Cury é cara que joga em um nível muito alto. Nas outras vezes em que a gente se enfrentou também foram jogos duros. Saio confiante após essa vitória", comentou Pitta, que esteve seguro no saque e sólido no fundo de quadra.

Após o jogo, os dois se encontraram na área técnica do evento. "Olha aí, eu mostrei que aguento um jogo com contigo. Foi na raça", brincou Pitta, que é um dos atletas mais experientes entre os que disputam o Open, com 34 anos.

Gabriel Pitta começou com oito anos no esporte, jogando no Clube Mogiano de Mogi-Mirim. Como juvenil, participou ao lado de Alexandre Simoni na Copa Cosat. Sua estréia no profissional se deu em 1998 num Future em Pouso Alegre, perdendo para Ricardo Mello. 2004 foi seu principal ano. Conseguiu quatro títulos de duplas. Três no Brasil e um no México. Foi convocado para compor a equipe brasileira da Copa Davis, por causa do boicote dos principais tenistas, para enfrentar o Peru, em Lima. Fez o primeiro confronto contra Luiz Horna, 34° do mundo, perdendo por três sets a zero em parciais de 6/3 6/4 e 6/4.

O tenista também jogou a partida de duplas com o goiano Ronaldo Carvalho contra a dupla, Luis Horna e Ivan Miranda. Sua primeira final em simples aconteceu em 2003, perdendo no México para o mexicano Daniel Garza, fato que se repetiria, em 2003 para Alexandre Simoni e em 2007, perdendo para Daniel Silva. Atualmente Pitta é o número 1 de São Paulo na categoria 1ª Classe. 

André Cury

André Cury no Circuito Nacional Open Sênior de Tênis Foto: Everton Nunes

Emplacando muitas vitórias seguidas e sem perder nenhum set, o tenista do Bauru Tênis Clube, André Cury, fez uma grande competição e estava invicto até perder na noite desta sexta-feita (23) para o amigo, Gabriel Pitta. 

O próximo confronto de Cury será no dia 21 de junho contra o norte-americano Alan MacDonald, que derrotou no mês passado o alemão Andrew Lux, nº 7 do mundo, por 2 sets a 0 (6/0 e 6/1).

André Cury é o número 4 do Brasil e do ranking mundial dos tenistas Sêniors da ITF. O bauruense era o grande favorito para o título, porém não estava 100% para o duelo. “Acabei me machucando em uma partida do Circuito, minha virilha estava puxando bastante e tive muita dificuldade em fazer os saques. Mas está valendo. Parabéns ao Gabriel”, concluiu. 

Na etapa Mundial disputada em Brasília, André Cury é bi-campeão (2013/14) da categoria 35 anos. 

Na continuidade da rodada, o capixaba Brayner Carvalho encara Ivan Shalders.