Lionel Messi diz que se o Barcelona não o quiser, buscará “uma solução”

Esportes

Lionel Messi diz que se o Barcelona não o quiser, buscará “uma solução”

O craque Lionel Messi comemora gol marcado pelo Barça Foto: Divulgação

O astro argentino do Barcelona Lionel Messi declarou nesta segunda-feira, em uma mensagem na rede social chinesa Weibo, que, se o clube catalão não o quiser, buscará "uma solução", insinuando, pela primeira vez, a possibilidade de deixar o Barça.

Messi, que na semana passada assinou um novo e melhor contrato com o Barcelona para se tornar o jogador mais bem pago do mundo (cerca de 20 milhões de euros por ano, de acordo com a imprensa espanhola), foi criticado por sua má forma nesta temporada, que terminou com a perda do título da liga no último sábado para o Atlético de Madrid.

Em uma mensagem postada na rede Weibo, o equivalente chinês do Twitter, e reproduzida pela imprensa espanhola, Messi admitiu a temporada ruim, assim como da equipe, que encerra o período sem grandes títulos, pela primeira vez desde 2008.

Messi pediu "perdão a todos os torcedores do Barcelona" e prometeu "que no próximo ano voltaremos a estar a altura deste clube e conseguiremos coisas importantes".

Quanto a sua situação pessoal, o craque diz que está "muito feliz de seguir em minha casa, como eu sempre digo. Este ano não foi como esperava nem foi o meu melhor, mas estou convencido de que, como acontece com o grupo, no próximo ano vai ser diferente", insistiu.

Mas o jogador acrescentou: "É o povo do Barcelona que decide o que fazer com o meu futuro, mas a minha escolha é continuar porque eu ainda sinto o mesmo carinho da parte deles, mas se não for assim irei procurar uma solução".

É a primeira vez que Messi abre a porta a uma saída do Barcelona e suas declarações podem causar polêmica porque mostram o quanto tem se sentido acuado pelas críticas recebidas em seu pior ano como jogador do Barça.

"A verdade é que as coisas não saíram como esperávamos, foi um ano difícil pessoalmente e como um grupo", destacou.