Lipe entra bem e Brasil vence a primeira na Liga Mundial

Esportes

Lipe entra bem e Brasil vence a primeira na Liga Mundial

O ponteiro, que atua no vôlei da polônia, no Zaksa, mudou a partida quando substituiu Murilo. Os cinco únicos aces do Brasil no jogo foram dele

Maringá - Nas duas derrotas para a Itália em Jaraguá do Sul (SC), no fim de semana passado, Bernardinho reclamou que o Brasil precisava sacar melhor. Na última quinta-feira (29), foi exatamente o serviço o diferencial da seleção brasileira para obter a sua primeira vitória na Liga Mundial, sobre a Polônia, por 3 a 0, com parciais de 25/23, 29/27 e 25/19, em Maringá (PR).

E o jogo brasileiro mudou exatamente quando entrou o único jogador que desfalcou o time na primeira rodada: Lipe. O ponteiro, que atua no vôlei de Polônia, no Zaksa, mudou a partida quando substituiu Murilo. Tanto é que os cinco únicos aces do Brasil no jogo foram dele.

A partida em Maringá começou com um amplo domínio da Polônia, que abriu 18 a 11. Foi quando Lipe entrou no jogo. Foram cinco saques seguidos do ponteiro, que recolocou o Brasil na partida, chegando a 18/16. A virada veio só no finalzinho, em 25 a 23.

Bernardinho resolveu manter a formação, deixando Murilo no banco, e se deu bem. Lucarelli fez três pontos seguidos e o Brasil reverteu, em 16/15, a vantagem que era da Polônia até aquele momento do jogo. Quando a coisa apertou e os europeus voltaram à frente, Lipe chegou ao saque e fez um ace, anotando 21/10.

O time inteiro rodou até que o ponteiro voltasse novamente à posição de saque. Era exatamente o que faltava para a vitória no segundo set. Lipe fez ace e o Brasil fechou em 29/27.

O terceiro set seguiu equilibrado até o segundo tempo técnico. Depois disso o Brasil deslanchou e fechou a parcial em 25/19. Lipe e Lucarelli, com 16 pontos cada, foram os melhores pontuadores da partida.

O Brasil volta à quadra nesta sexta-feira, novamente em Maringá, às 14h45, para o segundo jogo da rodada dupla contra a Polônia. No fim de semana seguinte o time brasileiro recebe o Irã, em São Paulo, antes de viajar para três rodadas fora de casa.