Após empate do Vasco, Doriva admite grau de dificuldade maior no Brasileirão

Esportes

Após empate do Vasco, Doriva admite grau de dificuldade maior no Brasileirão

Doriva avaliou que o time até dominou o duelo, válido pela primeira rodada do torneio nacional, mas não teve força ofensiva suficiente para superar a defesa adversária

Redação Folha Vitória
O Vasco empatou em 0 a 0 com o Goiás na estreia no Campeonato Brasileiro Foto: Divulgação

Rio - Após o empate por 0 a 0 com o Goiás, domingo, em São Januário, o técnico Doriva reconheceu que o grau de dificuldade do Campeonato Brasileiro é bem maior do que o do Campeonato Carioca, conquistado pelo Vasco. Ele avaliou que o time até dominou o duelo, válido pela primeira rodada do torneio nacional, mas não teve força ofensiva suficiente para superar a defesa adversária.

"Não conseguimos criar chances claras para fazer o gol que nos desse a vitória. Sabíamos das dificuldades que o campeonato promove. Não tem jogos fáceis e a proposta do Goiás estava bem clara, jogando por uma bola. Até tivemos muito volume, mas eles conseguiram marcar bem. Vamos estudar a partida para melhorar para o próximo confronto", disse.

O Vasco volta a entrar em campo nesta quarta-feira, quando vai encarar o Cuiabá, na Arena Pantanal, no jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil. Doriva não adiantou se poupará alguns jogadores e projetou um confronto complicado para o seu time.

"Vamos ver a situação de cada um individualmente. Iremos conversar com o pessoal de apoio para ver quem está inteiro. A minha ideia é jogar com um time forte porque sabemos que o próximo adversário da Copa do Brasil é perigoso e podemos ter dificuldades", afirmou.