• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após participar de treino, Susie Wolff se diz pronta para correr na F1

  • COMPARTILHE
Esportes

Após participar de treino, Susie Wolff se diz pronta para correr na F1

Barcelona - Susie Wolff tem certeza de que ela é boa o suficiente para participar de uma corrida de Fórmula 1, mesmo que suas chances sejam pequenas. A britânica, de 32 anos, é piloto de desenvolvimento da Williams nesta temporada e ficou em 14º lugar no primeiro treino livre do GP da Espanha, nesta sexta-feira.

Ela também vai participar de um dia de testes após o GP da Áustria, no próximo mês, e correrá no primeiro treino livre do GP da Inglaterra, em julho. "Eu sinto 100% que uma mulher pode competir a este nível", disse Susie. "Eu sou ambiciosa, mas também sou realista. Se eu não achasse que sou boa o suficiente, ou não achasse que tenho condições de competir a este nível, eu teria sido a primeira a sair".

Ainda assim, com Adrian Sutil à frente dela como piloto reserva da Williams, Susie sabe que tem uma tarefa difícil pela frente antes de se tornar a primeiro piloto a participar de uma corrida desde Lella Lombardi em 1976.

"Eu sinto que estou muito perto, sinto que tenho algo para trazer", disse Susie, que é casada com o chefe da equipe Mercedes, Toto Wolff. "O meu estado de espírito é realmente de otimizar cada vez que eu estou no carro, para melhorar como uma piloto. Então vamos ver onde isso me leva, porque é muito difícil neste ambiente".

Quando o chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, sugeriu no início da temporada que

seria uma boa ideia ter um campeonato feminino sendo disputado nos finais de semana de provas da Fórmula 1, Susie foi contra a ideia.

"Muito tem se falado recentemente. Sim, eu fiquei desapontada", disse Susie, que em 2014, no GP da Inglaterra, se tornou a primeira mulher a participar de um fim de semana de corrida de Fórmula 1 em 22 anos. "Estamos todos lutando pelas mesmas oportunidades, porque há tão poucas. Eu estava bem consciente de que estava indo

para uma luta dura".

Susie tem contrato até o final da temporada com a Williams e disse que vai discutir o seu futuro com a equipe após o GP da Inglaterra.