Atlético-PR aposta na marcação para neutralizar quarteto ofensivo do Atlético-MG

Esportes

Atlético-PR aposta na marcação para neutralizar quarteto ofensivo do Atlético-MG

Redação Folha Vitória

Curitiba - De olho nas atuações do quarteto ofensivo de seu rival, o Atlético Paranaense entra em campo neste domingo, a partir das 16 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba, para encarar o Atlético Mineiro pela terceira rodada do Campeonato Brasileirão. O técnico da equipe da casa, Milton Mendes, quer neutralizar as ações de Luan, Thiago Ribeiro, Carlos e Lucas Pratto, que abrem espaços nas marcações adversárias.

O técnico dos anfitriões aproveitou muito a semana livre de sua equipe justamente para treinar e tentar interromper as jogadas do ataque mineiro. "A equipe do Atlético Mineiro é uma equipe que roda muito os homens da frente, eles têm uma flutuação muito grande. A gente está tentando fazer com que nossa equipe fique postada, tentando neutralizar essas flutuações deles", revelou Milton Mendes. "Se a gente sair nas formas como eles se movimentam, a gente vai abrir muitos espaços. É isso que a gente está trabalhando para evitar", explicou.

Mesmo ciente da força ofensiva do adversário, Milton Mendes vai abrir mão de um volante. Após ele usar um trio na proteção à zaga na derrota para o Goiás, na última rodada, o time paranaense terá apenas Otávio e Hernani como cães de guarda. No ataque, o Atlético jogará com Felipe, Marco Damasceno, Douglas Coutinho e Walter, bem parecido com seu rival deste domingo.

No treino de sexta-feira, Milton Mendes deu ênfase também a trabalhos de finalização. Além das presenças de Otávio e Marco Damasceno no lugar dos volantes Deivid, lesionado, e Jadson, suspenso, o treinador terá à disposição o lateral-esquerdo Guilherme Arana, o meia Giovanni e o atacante Núbio Flávio, registrados no BID da CBF.

O treinador também salientou o tempo para treinamentos, que ajudou no entrosamento da equipe. "Com uma semana cheia você consegue colocar as ideias em prática. Tentamos fazer tipos de trabalhos que nos levem à área de finalização", revelou o treinador, que citou as estatísticas da derrota para o Goiás, priorizando o arremate final em seus trabalhos. "Tivemos 70% de posse de bola, 60% no campo do adversário. Temos que transformar isso em gols", complementou.

Para trazer mais vibração, o atacante Walter, que venceu os dois jogos que disputou na Arena da Baixada - contra Tupi-MG e Internacional -, convocou, nas redes sociais, a ajuda do torcedor do Atlético. "Domingo é dia de comparecer ao estádio e torcer pelo nosso Furacão, juntos somos mais fortes! Esperamos vocês na arena da baixada!", escreveu o atacante.