• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Check-up médico no Paraguai evitou prisão de ex-presidente da Conmebol, diz rádio

Esportes

Check-up médico no Paraguai evitou prisão de ex-presidente da Conmebol, diz rádio

Assunção - Um dos 13 indiciados pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos, o ex-presidente da Conmebol Nicolás Leoz está em Assunção (Paraguai), sua terra natal, e só por isso escapou da ação que culminou com a prisão de seis dirigentes na Zurique (Suíça), nesta manhã. De acordo com a rádio paraguaia 780 AM, um check-up médico salvou o dirigente da cadeia.

A rádio afirma ter conversado com Leoz, que afirmou estar internado no Sanatório Migone, um hospital de sua propriedade, em Assunção. Ainda de acordo com a 780 AM, o ex-dirigente da Conmebol precisava passar por um check-up médico e por isso não havia viajado a Zurique para o congresso da Fifa.

Nicolás Leoz ficou 27 anos à frente da Conmebol, entre 1986 e 2013. Depois de completar 42 anos como dirigente esportivo (foi antes presidente da Federação Paraguaia e vice da Conmebol), renunciou em 2013 à federação sul-americana e ao cargo que tinha no comitê executivo da Fifa.