• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chelsea vence o Crystal Palace por 1 a 0 e confirma título inglês antecipado

Esportes

Chelsea vence o Crystal Palace por 1 a 0 e confirma título inglês antecipado

Londres - O Chelsea esteve longe de ser brilhante, mas, bem ao seu estilo, seguro, sem grandes sustos, venceu o Crystal Palace neste domingo e confirmou o título inglês de forma antecipada. Hazard marcou no fim do primeiro tempo, garantiu o triunfo por 1 a 0 no Stamford Bridge e permitiu a comemoração pelas ruas de Londres.

Este foi o quinto título inglês do Chelsea, sendo o primeiro desde 2010. Foi também o terceiro sob o comando de José Mourinho, que garante ainda mais prestígio no clube com esse novo troféu em sua segunda passagem por lá. Se foi eliminado precocemente da Liga dos Campeões pelo Paris Saint-Germain, o time deixa a temporada com dois títulos: o Campeonato Inglês e a Copa da Liga Inglesa.

É também mais uma conquista da vitoriosa "era Abramovich" no Chelsea, que teve sua realidade alterada no início dos anos 2000, quando foi comprado pelo bilionário russo Roman Abramovich e se tornou um dos maiores clubes da Europa. Trata-se também do primeiro título inglês dos quatro brasileiros no elenco: Filipe Luis, Ramires, Oscar e Willian.

O resultado deste domingo levou o Chelsea a 83 pontos após 35 rodadas, 16 à frente do Manchester City, vice-líder, que não pode mais alcançá-lo. Com o título já garantido, a equipe volta a campo no domingo que vem para pegar o Liverpool. Já o Crystal Palace é o 12.º colocado, com 42 pontos, e enfrenta o Manchester United, em casa, no sábado.

A nota triste do dia ficou por conta do brasileiro Ramires. Escalado, o jogador foi vetado momentos antes da partida após sentir fortes dores na barriga. Ele precisou ser encaminhado a um hospital de ambulância e a primeira suspeita era de crise renal.

Sem ele, o Chelsea fez um primeiro tempo morno, criou algumas chances, mas falhou na conclusão. Ao mesmo tempo, bem ao seu estilo, armou uma defesa segura, que passou toda a primeira etapa sem sequer deixar o goleiro Courtois trabalhar.

Quando parecia que o intervalo chegaria sem alteração no placar, o Chelsea marcou o gol do título. Aos 43 minutos, Willian rolou de calcanhar para Hazard, que invadiu a área, tentou o drible e caiu no gramado ao receber o contato. O árbitro marcou pênalti, que o próprio belga bateu mal, fraco, facilitando o trabalho de Speroni. Mas o meia contou com a sorte, viu a sobra vir na sua cabeça e tocou no contrapé do goleiro para abrir o placar.

O segundo tempo foi bem diferente. O Crystal Palace foi para cima e abriu espaço para que o Chelsea chegasse no contra-ataque. Drogba e Willian tiveram boas chances, mas desperdiçaram. Nos últimos minutos, no entanto, os donos da casa recuaram e tiveram que suportar uma intensa pressão dos visitantes, principalmente na bola aérea. O apito final trouxe alívio e deixou os torcedores de Stamford Bridge finalmente comemorarem.