• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cielo fica longe da meta nos 50m livre em Charlotte, mas faz análise positiva

Esportes

Cielo fica longe da meta nos 50m livre em Charlotte, mas faz análise positiva

São Paulo - Antes do início da etapa de Charlotte do circuito Pro Swim, a assessoria de imprensa de Cesar Cielo divulgou declaração em que o nadador afirmava que desejava nadar os 50m livre na casa de 21s50. O brasileiro entretanto, completou a prova em 22s05, longe da meta. Mesmo assim, o discurso foi positivo.

"Eu queria nadar os 50m livre abaixo dos 22 segundos. Poderia ser até em 21s99, para quebrar a barreira dos 22s. Acabei ficando bem próximo, com 22s05. Eu saí da final dos 100m livre por opção, para priorizar os revezamentos", explicou Cielo, novamente via assessoria de imprensa.

De acordo com ele, o foco em Charlotte era reunir pela primeira vez os cinco homens do revezamento 4x100m livre do Brasil, que tem chance real de medalha no Mundial de Kazan, na Rússia, em agosto. O próprio campeã olímpico vinha preterindo a disputa, mas agora está interessado em ajudar o time, o que significa nadar semifinais e finais.

Nos Estados Unidos, a equipe foi superada pela única seleção concorrente, da Itália, que colocou 60 centésimos sobre o time que teve Matheus Santana, Bruno Fratus, Marcelo Chierighini e Cesar Cielo.

"Foi bacana darmos esse primeiro passo, encararmos o desafio. E foi uma competição bem positiva para o Brasil. Esse plano de reunir o revezamento é bem interessante nessa caminhada até a Olimpíada. O objetivo era começar a treinar as trocas e priorizar os revezamentos. Demos uma vacilada no 4x100m livre. Poderíamos ter ganho se o (João) De Lucca tivesse nadado", avalia Cielo.