• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chefe da Mercedes espera resposta em Mônaco após acidente 'difícil de engolir'

Esportes

Chefe da Mercedes espera resposta em Mônaco após acidente 'difícil de engolir'

Montecarlo - Às vésperas do GP de Mônaco, o acidente que tirou o alemão Nico Rosberg e o inglês Lewis na primeira volta da prova anterior, na Espanha, ainda repercute. O chefe da equipe Mercedes, Toto Wolff, admitiu que foi difícil aceitar o incidente, mas também destacou que a equipe trabalhou para resolver os problemas internamente, esperando que os seus pilotos tenham aprendido uma lição para a sequência do campeonato.

"Claramente, Barcelona foi difícil de engolir. Saímos chateados com uma oportunidade perdida, mas isso é corrida. Os pilotos sabem como operamos. A equipe é responsável por dar a eles os melhores carros possíveis e eles são responsáveis por obter o melhor deles e por trazê-los para casa. Quando nós erramos, pedimos desculpas e o mesmo vale para o outro lado. É uma cultura muito normal. Nós lidamos com os contratempos juntos e seguimos em frente", disse o dirigente.

Dominando a Fórmula 1 desde 2014 com seus dois pilotos, a Mercedes terminou o GP da Espanha sem pontuar, o que não ocorria em uma prova desde 2012. A partir das saídas de Rosberg e Hamilton, os carros de Red Bull e Ferrari passaram a lutar pela vitória, com o holandês Max Verstappen se dando melhor, o que o levou a se tornar o mais jovem piloto a triunfar na Fórmula 1.

Para Wolff, o resultado mostrou que a Ferrari não é a única equipe a ameaçar a hegemonia da Mercedes, aumentando os desafios para a sua equipe. Por isso, após os problemas em Barcelona, o dirigente espera que a sua equipe dê uma resposta forte no próximo fim de semana, no GP de Mônaco.

"Agora vamos para Mônaco, com um desafio muito diferente. Mais uma vez, vimos nossos concorrentes darem passos à frente, que nos deixam com uma batalha ainda maior em nossas mãos. A Red Bull saiu por cima em Barcelona depois de uma disputa apertada com a Ferrari, por isso é claro que estamos sob ataque em mais de um ângulo. Não podemos nos dar ao luxo de deixar cair a bola, por isso devemos permanecer unidos, permanecer fortes e responder com força este fim de semana", afirmou.