Fórmula E anuncia cancelamento da etapa de Moscou e reduz campeonato a dez provas

Esportes

Fórmula E anuncia cancelamento da etapa de Moscou e reduz campeonato a dez provas

Redação Folha Vitória

Paris - Os organizadores da Fórmula E, categoria de automobilismo com carros de monopostos movidos exclusivamente a energia elétrica, anunciaram nesta sexta-feira o cancelamento da etapa de Moscou, na Rússia, que estava prevista para ser disputada em 4 de junho.

De acordo com a Fórmula E, a decisão de cancelar a prova foi tomada junto com as autoridades russas em razão do impasse sobre o fechamento de ruas para a sua realização. Diante disso, a temporada 2015/2016 da categoria só terá dez etapas - sete já foram realizadas.

Com a confirmação do cancelamento da prova em Moscou, a Fórmula E tentou transferir a etapa para Montecarlo, mas não teve sucesso nas negociações para levar a categoria novamente ao principado de Mônaco - uma foi realizada lá na temporada 2014/2015.

"Embora seja lamentável notícia de não correr em Moscou em 4 de junho, nós olhamos um número de opções alternativas para substituí-la, mas não conseguimos encontrar uma solução viável nessa data específica", disse o CEO da Formula E, Alejandro Agag. "Nós exploramos todas as possibilidades, incluindo retornar para Mônaco, mas lamentavelmente não poderíamos organizar a mudança de local em prazo tão curto", completou.

A próxima etapa da Fórmula E será em Berlim, em 21 de maio. Depois, o campeonato realizará uma rodada dupla em Londres, nos dias 2 e 3 de julho. A classificação é liderada pelo brasileiro Lucas di Grassi, com 126 pontos e 11 de vantagem para o suíço Sébastien Buemi.

"Vamos agora nos concentrar nas três corridas restantes em Berlim e na rodada dupla em Londres, que eu tenho certeza que vão nos dar uma conclusão emocionante na batalha pelo campeonato", concluiu o CEO da Fórmula E.